Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (1 vote)

Auxílios: Governo lançará portarias para definir novas formas de pagamentos

Hoje, ainda não é possível saber como os programas Pix Caminhoneiro e o auxílio-taxista serão pagos para os seus usuários

Faltam menos de três semanas para o início dos pagamentos dos novos programas sociais do Governo Federal. Contudo, nem o Ministério da Cidadania e nem a Caixa Econômica Federal definiram o formato dos repasses para os usuários dos novos projetos. Uma nova portaria sobre o tema ainda será lançada.

Hoje, não é possível saber como o Pix Caminhoneiro chegará aos bolsos dos motoristas de caminhão. A mesma indefinição é vista com o auxílio-taxista. Há uma dificuldade com estes dois grupos porque eles costumam ser dispersos, ao contrário dos usuários do Cadúnico, que já estão mais familiarizados com os sistemas.

Uma opção que é ventilada pelo Governo Federal, é permitir a movimentação do dinheiro pelo aplicativo Caixa Tem, assim como já acontece hoje com o Auxílio Brasil e o vale-gás nacional. A ideia é pagar o benefício para os motoristas que já têm uma conta ativa. Os que ainda não têm, poderiam ganhar um perfil gratuito.

Contudo, há uma preocupação com a questão do tempo até os pagamentos. Como dito, faltam menos de três semanas para o início dos repasses. O Pix Caminhoneiro, por exemplo, começa a fazer os seus depósitos já no próximo dia 9. A avaliação interna é que o Governo precisa correr para conseguir liberar o Caixa Tem para estes grupos.

O Pix Caminhoneiro

O Governo Federal divulgou nesta segunda-feira (25), o calendário completo do Pix Caminhoneiro. A ideia é fazer os repasses duplos neste mês de agosto, e seguir com as liberações regulares entre os meses de setembro e dezembro. Veja abaixo.

1ª Parcela: 9 de agosto;
2ª Parcela: 9 de agosto;
3ª Parcela: 24 de setembro;
4ª Parcela: 22 de outubro;
5ª Parcela: 26 de novembro;
6ª Parcela: 17 de dezembro.

O auxílio-taxista

Também conhecido como Bem taxista, o programa terá um calendário próprio. Além de não saber como vai pagar a quantia, o Governo Federal ainda não divulgou os valores do benefício. Tudo ainda dependerá da quantidade de usuários que serão selecionados. Veja abaixo a projeção de datas de liberações:

1ª Parcela – 16 de agosto;
2ª Parcela – 16 de agosto;
3ª, 4ª, 5ª e 6ª Parcelas – entre setembro e dezembro deste ano.

Inscrição

Tanto no caso do Pix Caminhoneiro, como no auxílio-taxista não será preciso realizar nenhuma inscrição. Assim como acontece com os atuais programas do Governo Federal, a ideia é inserir as pessoas de maneira automática.

No caso do Pix Caminhoneiro, o plano do Ministério do Trabalho é analisar os dados contidos nas plataformas da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). Assim, o Governo Federal poderia escolher os usuários do projeto.

Já o auxílio-taxista terá que se basear em informações enviadas pelas prefeituras. O Ministério da Cidadania avaliará as informações enviadas pelas gestões municipais, fará uma peneira e decidirá quem são os selecionados.

PEC dos Auxílios

A PEC dos Benefícios já foi oficialmente promulgada pelo Congresso Nacional há duas semanas. O texto prevê uma série de mudanças estruturais nos programas sociais do Governo Federal. O documento contou com apoio até mesmo da oposição.

Além dos novos benefícios, o texto da PEC prevê o aumento nos valores do Auxílio Brasil, que subirão de R$ 400 para R$ 600 mínimos. Além disso, há também a previsão de aumento no número de usuários do programa, com a entrada de mais de 2 milhões de pessoas.

O vale-gás nacional também passará pelas mudanças estruturais promovidas pela PEC dos Benefícios. A partir do próximo mês de agosto, o valor do depósito sobe dos atuais R$ 53 por família para R$ 120, em média.

5/5 - (1 vote)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.