Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio-Gás é pago para os moradores de Minas Gerais e Bahia

O Auxílio-Gás começou a ser pago na última segunda-feira (9) para mais de 108 mil famílias que integram o grupo de pagamentos do Auxílio Brasil e que residem em municípios de Minas Gerais e Bahia. Serão ao menos cem municípios atendidos por conta do estado de calamidade causado por causa das enchentes.

O valor do benefício será de R$ 52 e corresponde a metade do valor que é pago atualmente por um botijão de gás de 13 kg, lembrando que este é um valor médio e pode ser maior ou menor de acordo com a sua região.

As famílias vão receber o depósito em uma conta social e as informações vão ser passadas pelos aplicativos do Auxílio Brasil e pelo Caixa Tem. Estes vão receber um benefício por família a cada dois meses.

Número de famílias que vão receber o Auxílio-Gás

Em todo o país, ao menos 5,5 milhões de famílias vão ser selecionadas para receber o Auxílio-Gás. O seu benefício será depositado desde o dia 18 de janeiro, de acordo com o calendário regular do Auxílio Brasil.

Isso quer dizer que tem o NIS final 1, vai receber a partir do dia 18, final 2 irá receber no dia 19, e assim por diante, chegando até os NIS de final zero e que vão receber o benefício desde o dia 31 de janeiro.

Para ter direito a receber o Auxílio-Gás as famílias precisam estar inscritas no Cadastro Único e com uma renda per capita que seja menor ou igual a meio salário mínimo, isso sem contar com os valores que são pagos ao Auxílio Brasil, além dos integrantes que recebem o Benefício de Prestação Continuada.

O projeto do Governo Federal prevê que mais famílias e de forma progressiva, sejam atendidas pelo Auxílio Gás, com a previsão de que até setembro de 2023, garantindo com que todos os beneficiários do Auxílio Brasil sejam atendidos.

Quantidade de beneficiários diminuiu ao longo do último mês

O número de participantes do Auxílio Gás acabou diminuindo ao longo do último mês, desde que iniciou o programa em janeiro. Vale ressaltar que para receber o benefício é preciso estar com os dados atualizados no Cadastro Único e a medida que o Governo Federal vai liberando o orçamento vai contemplar um maior número de beneficiários.

Onde existe um número maior de famílias pobres, é feito um maior número de contemplações. O Governo está contemplando primeiro as famílias com um maior número de integrantes, com uma renda menor, além de mulheres que são vítimas de violência e que também têm prioridade neste momento.

Para 2022, os pagamentos do Auxílio Gás vão ocorrer de dois em dois meses. Já está sendo solicitado um valor maior para o pagamento do benefício, que atualmente está em R$ 52. Esse valor é pago de acordo com metade do valor médio do botijão de gás de 13 kg, sendo que em algumas regiões do Brasil o gás de cozinha já chega a custar R$ 145.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.