Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: maioria dos novos beneficiários vai receber valor menor

Segundo informações do Ministério da Cidadania, maioria dos novos beneficiários do Auxílio Emergencial vai receber parcelas de R$ 150

O Ministério da Cidadania anunciou ainda na noite desta quinta-feira (15), que o Auxílio Emergencial ganhou novos usuários. De acordo com as informações oficiais, são cerca de 30 mil brasileiros que passarão a receber o benefício juntamente com os quase 38 milhões que estão gozando do direito agora.

No entanto, ainda de acordo com o Ministério, a grande maioria desses novos beneficiários irão receber o valor menor do programa. Estamos falando portanto deste pagamento de R$ 150. Esse é o montante que recebe mais críticas por parte de parlamentares da oposição e de outros setores da sociedade brasileira.

De acordo com o Ministério, cerca de 20 dos 30 mil novos beneficiários irão receber parcelas de R$ 150 daqui para frente. São 18,6 mil brasileiros que entram nesta estatística. Outros 6,3 mil receberão o montante médio de R$ 250. Por fim, apenas uma minoria de 5,3 mil é que irá receber o valor maior do programa, que é o de R$ 375.

Essas pessoas que irão receber o montante mais alto são naturalmente mulheres chefes de família. Pelas regras do programa, elas possuem o direito de receberem mais. E isso não vale de agora. Desde o início dos pagamentos ainda no ano passado, o Governo Federal costumava fazer esse tipo de diferenciação. Assim, elas acabam ganhando mais. 

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o Auxílio Emergencial chega na casa de cerca de 37 milhões de brasileiros. E o fato é que a grande maioria dos trabalhadores informais recebem esse valor menor de R$ 150. E quem diz isso é o próprio Ministério. Na outra ponta, usuários do Bolsa Família recebem o montante maior, de R$ 375.

Além dos valores

O Ministério afirmou que esses 30 mil novos usuários do programa não fizeram nenhum tipo de inscrição nova. Até porque o Governo não está trabalhando mais com esses processos. Na verdade, essas pessoas vieram de análises antigas.

Segundo informações oficiais, parte desses novos beneficiários estavam esperando por uma resposta na análise desde o início dos pagamentos em questão, Muitos deles vinham desistindo de ficar no aguardo por esse resultado.

Além deste grupo, o Dataprev afirma que inseriu pessoas que fizeram contestações recentes. Esses brasileiros conseguiram provar que o órgão errou ao cancelar o benefício delas. Não se sabe, no entanto, quantas estariam neste grupo.

Auxílio Emergencial

No início da última semana, o Governo Federal anunciou a prorrogação do Auxílio Emergencial por mas três meses. Com isso, o programa não vai mais durar até julho, e sim até, pelo menos o próximo mês de outubro.

Esses 30 mil novos usuários que entraram no programa deverão ganhar o dinheiro de todos os pagamentos, assim como os outros beneficiários. Isso inclui, por exemplo, os repasses que o Governo vai fazer nos três meses de prorrogação.

Essas pessoas também terão o direito de receber o pagamento retroativo. Isso porque o Governo entende que muitos deles só saíram do projeto por conta de um erro do próprio Dataprev. Por isso, eles têm o direito de receber o programa completo.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.