Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: jovem de 18 é acusado de comandar esquema de fraude

Um jovem de apenas 18 anos de idade pode estar por trás de um grande esquema de desvio de dinheiro do Auxílio Emergencial. Quem está dizendo isso é a própria Polícia Federal (PF). Agentes prenderam o rapaz ainda nesta sexta-feira (16) na capital do estado.

De acordo com as informações da PF, o rapaz de 18 anos de idade estava em hotel da capital paulista. Mas outros agentes também foram para a casa da mãe dele que fica na cidade de Tatuí, no interior do estado. Por lá, esses agentes apreenderam cerca de R$ 145 mil.

Divulgação: Polícia Federal (PF)

Mas ao todo, o tamanho do esquema teria desviado muito mais dinheiro. Ainda de acordo com a PF esse montante dos desvios deve chegar na casa dos R$ 600 mil. Dessa forma, dá para dizer que o jovem tirou o dinheiro de muita gente que estava precisando e não recebeu no ano passado.

Os policiais disseram que o jovem em questão usava um esquema de robôs para cometer fraudes. Não está claro como ele fazia a execução dessas fraudes. Mas os policiais não parecem ter dúvidas sobre a culpa do rapaz. Ele não quis se manifestar nem dar qualquer tipo de declaração para a imprensa.

Essa prisão aconteceu como uma das ações da Operação Botter. Os policiais cumpriram oito mandados de busca, apreensão e prisão nesta sexta (16). Todos eles aconteceram no estado de São Paulo. A prisão do rapaz foi a única que aconteceu de fato na capital.

“Jovem desviava Auxílio”

Os policiais disseram que esse rapaz começou a realizar essas fraudes no ano passado. Então isso significa dizer que ele começou quando tinha apenas 17 anos de idade. Dessa forma, nós estamos falando de um crime de uma pessoa que ainda era menor de idade. Seja como for, ele foi preso.

Na casa da mãe dele, os policiais apreenderam, além dos R$ 145 mil, uma moto, equipamentos eletrônicos das mais diversas naturezas e um computador. Tudo isso deve servir ainda mais para as investigações que os policiais estão fazendo neste momento

De acordo com as regras do Código Penal brasileiro, esse rapaz pode pegar até 30 anos de prisão. Isso porque ele provavelmente vai ter que responder a várias acusações. São elas: furto mediante fraude, estelionato, falsidade ideológica e formação de organização criminosa.

Fraudes

Enquanto a Polícia Federal (PF) ainda realiza operações contra as fraudes do ano passado no Auxílio Emergencial, o Governo do Brasil já está se mexendo para tentar evitar que elas se repitam. Para isso, vários órgãos do Governo estão se preparando para passar um pente fino em todas as situações.

Recentemente, a Caixa Econômica Federal divulgou até um calendário de atualização do aplicativo Caixa Tem. Nessa atualização, eles pediam para que as pessoas enviassem fotografias de documentos. De acordo com a própria Caixa, isso foi uma maneira de tentar aumentar a segurança na conta dessas pessoas.

Esse prazo de atualização do app já passou. Seja como for, o Governo Federal segue tomando outros cuidados. Um exemplo, é o uso do Dataprev. Os funcionários estão demorando para dar os resultados definitivos para a liberação dos auxílios de várias pessoas. Isso porque eles não querem deixar passar nenhum tipo de fraude.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.