Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (21 votes)

Auxílio emergencial: Inscrição no Cadastro Único vale para o pagamento extra?

O Governo Federal libera neste mês de junho uma cota extra do auxílio emergencial para um grupo específico de trabalhadores. De acordo com informações do Ministério da Cidadania, a expectativa é que aproximadamente 1,2 milhão de pessoas sejam beneficiados. O valor total é de R$ 2,8 bilhões.

Antes de mais nada, é importante destacar que os pagamentos retroativos não se referem a uma prorrogação do benefício. A seguir, confira como vai funcionar.

Os repasses só estão sendo realizados devido ao Congresso Nacional, que conseguiu derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro que impediu os pais solteiros de ter acesso as cotas duplas do programa.

Para isso, foi editada uma Medida Provisória que considera apenas as primeiras cinco parcelas do programa pagas ainda em 2020. Na ocasião, apenas as mães solteiras chefes de família monoparental receberam as parcelas dobradas de R$ 1.200.

Antes de mais nada, é importante deixar claro que os novos repasses do auxílio emergencial consideram apenas as primeiras cinco parcelas concedidas pelo programa entre abril e agosto de 2020. Na época, o valor concedido era de R$ 600.

Por conta disso, o valor do auxílio emergencial pode chegar a até R$ 3 mil, conforme o período em que começou a receber o benefício.

Quem recebeu as cinco parcelas recebe R$ 3 mil. Já o trabalhador que começou a receber em maio tem direito a R$2.400. Além disso,

  • quem começou a receber os pagamentos em junho: R$ 1.800;
  • no mês de julho: R$ 1.200;
  • agosto: R$ 600.

Cadastro Único: Inscrição vale para o pagamento extra do auxílio emergencial?

A princípio, é importante confirmar que na mesma época, os pais solteiros receberam somente as cotas simples de R$ 600 concedidas ao público geral. Neste sentido, o valor da parcela retroativa pode chegar a R$ 3 mil, considerando o período em que o cidadão passou a receber pelo programa.

Todavia, cabe salientar que a inscrição no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é fundamental para o recebimento do benefício retroativo. Isso porque, o pagamento estará disponível apenas aos homens que foram beneficiários do auxílio emergencial em 2020.

Além disso, o Ministério da Cidadania deve verificar no registro dos cidadãos se realmente sustentam a família sem cônjuge ou companheira(o), se possui ao menos um filho menor de idade e se não houver concessão para mãe solteira monoparental do mesmo grupo familiar.

Auxílio emergencial

O Governo Federal começou os pagamentos do seu Auxílio Emergencial ainda no início do ano de 2020. Na oportunidade, o texto foi aprovado pelo Congresso Nacional. No decorrer daquele ano, o benefício chegou à casa de quase 70 milhões de pessoas e foi pago até o mês de dezembro.

Nos primeiros anos de 2021, entre janeiro e março, o Governo decidiu não realizar nenhum tipo de pagamentos. Todavia, não demorou muito. Após muita pressão e piora da situação da pandemia da Covid-19, o Governo decidiu retomar com os pagamentos em abril de 2021.

Na nova fase de pagamentos, o Auxílio Emergencial retornou em uma versão menor do projeto. De acordo com as informações do Ministério da Cidadania, desta vez os repasses chegaram para mais de 39 milhões de pessoas com pagamentos de, no máximo, R$ 378.

4.3/5 - (21 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

19 Comentários
  1. Laura Diz

    Eu quero saber se tenho direito pois sou mãe solteira e não recebi o auxílio emergencial do ano passado e esse ano também não tenho direito se estou desempregada vivendo de favor na casa dos outros

  2. Laura rabelo Diz

    Eu quero saber se tenho direito pois sou mãe solteira e não recebi o auxílio emergencial do ano passado e esse ano também não tenho direito se estou desempregada vivendo de favor na casa dos outros

  3. Vera Diz

    Bom dia
    Gostaria de saber porque não consigo pegar só peguei a primeira VEZ 4 parcela depois bloqueou
    Estou com crianças pequenas precisando urgente e ainda meu bebê está com alergia do leite agora é leite de soja
    Se eu conseguir volta a pegar ia me ajudar muito.

  4. Beatriz Diz

    Quero receber também…

  5. Damiana Maria da silva Diz

    Sou uma senhora de 56 anos não tenho renda nenhuma meu filho desempregado vivo de favor de ex nora pq não fui aprovada no auxílio emergencial? Necessito muito

  6. Andreia Diz

    Sou mãe solteira de dois filhos e grávida e o meu foi cortado. Não recebo mas nada nem meu bolsa família que mim ajudava muito esses mês não recebi mas …

  7. Fabrícia oliveira Santos Diz

    Sou chefe de família tenho uma filha de 9anos não recebi 1,200 em 2020 só recebi 5 parcela de 600 será q tenho direito ao retroativo?

  8. Eneida Rodrigues Rosa Diz

    Pq não consegui ser cadastrada no Auxílio emergencial ?

  9. José Aparecido de Abreu Rocha Diz

    Quero os retroativo 2020 2021

  10. José Aparecido de Abreu Rocha Diz

    Não estou recebendo o auxílio emergencial,parou de pagar.estou precisando

  11. Elaine Zeferino Diz

    oi

  12. Elaine Zeferino Diz

    eutenho de reito alxilio emergencial ou nao

  13. Ingrid Diz

    Eu tenho direito no auxílio emergencial

  14. Allan Joeb de Carvalho Diz

    Muito Obrigado pela Informação Gratidão

  15. Allan Joeb de Carvalho Diz

    Quero os Retroativo de 2020 e 2021 ALLAN JOEB DE CARVALHO CPF 00810361400RG:003326146 : NATAL:RN

  16. Rosangela de Lima Ferreira Diz

    Não estou conseguindo terminar de pedir pois não aceita minha senha

  17. Quenia Diz

    O auxílio está saindo para as pessoas, mas os que está na espera do inss estar demorando muito.

  18. Denise Vicente de Oliveira Diz

    Eu sou sozinha tenho 63 anos estou desempregada a 2 anos não tenho ajuda de ninguém será que tenho direito

  19. Tácio Tavares da Silva Diz

    Quero muito minha casa própria

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.