Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio emergencial fixo de R$1.200 para 2021 em nova extensão? VEJA

O Projeto de Lei (PL) 2.099/20 pede que o pagamento do auxílio emergencial para mães chefes de família, que paga R$ 1,2 mil por parcela, vire permanente. Atualmente, esse projeto está sendo analisado pela Câmara dos Deputados. O aturo do projeto é o deputado Assis Carvalho (PT-PI).

Se o Projeto de Lei for aprovado, irá beneficiar as brasileiras provedoras de famílias monoparentais. Ou seja, serão beneficiadas as mulheres em que as famílias possuem ao menos um dependente menor de 18 anos e que não possuem cônjuge ou companheiro.

Ainda após análise da Câmara, o Projeto de Lei também será analisado pela Defesa dos Direitos da Mulher, Seguridade Social e Família, Finanças e Tributação, Constituição e Justiça e de Cidadania.

Atualmente, para ter direito ao auxílio emergencial de R$ 1,2 mil, voltado para as mães chefes de família, é necessário não ter emprego formal, ter mais de 18 anos, não ser beneficiário de programa previdenciário ou assistencial e não receber seguro desemprego ou programa de transferência de renda do governo, com exceção do Bolsa Família.

Também é necessário ter renda familiar por mês per capita de até meio salário mínimo, de R$ 522,50, ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos, de R$ 3.135. Entre os requisitos está ainda ser microempreendedora individual (MEI), trabalhadora informal, autônoma ou desempregada.

Veja quantas parcelas você receberá na prorrogação do auxílio

As parcelas extras do auxílio emergencial no valor de R$ 300 são válidas apenas para os beneficiários que já estão recebendo o benefício de R$ 600. No entanto, o número de parcelas depende de quando o trabalhador, que não faz parte do Bolsa Família, começou a receber o benefício no valor inicial.

As novas parcelas no valor R$ 300 começam a ser pagas somente após a conclusão das cinco parcelas iniciais de R$ 600. Novas inscrições não serão feitas, portanto, apenas quem foi aprovado para as parcelas de R$ 600 poderá receber as parcelas extras.

A quantidade total de parcelas que o cidadão terá direito vai depender de quando ela começou a receber o auxílio. O máximo são nove parcelas, sendo as cinco primeiras de R$ 600 e as quatro últimas de R$ 300.

  • Quem recebeu a 1ª parcela em abril: 9 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em maio: 8 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em junho: 7 parcelas
  • Quem recebeu a 1ª parcela em julho: 6 parcelas
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em agosto: vai receber 4 parcelas de R$ 300 nos meses de setembro, outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em setembro: vai receber 3 parcelas de R$ 300 nos meses de outubro, novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$ 600 em outubro: vai receber 2 parcelas de R$ 300 nos meses de novembro e dezembro;
  • Quem recebeu a última parcela de R$600 em novembro: vai receber apenas 1 parcela de R$ 300, em dezembro.
Avalie o Texto.
27 Comentários
  1. Eliete Alves Rozeng Diz

    Tô desempregada desde de 2018 , e tenho 57 anos tenho depressão e uma deficiência no meu braço direito e estou vivendo com o auxílio, como vou fazer agora?

  2. Caroline Diz

    Sou mae solteira,estou desem0regada. Tenho um bebe de 1 ano e nao recebo 1200. E ai?

  3. Valdiran Diz

    Eu acho assim quem deveria receber esse auxílio todas as pessoas que contribuiu com os cofres públicos quem já trabalhou de carteira assinada . E outra coisa o trabalhador formal quem trabalha de carteira assinada trabalha um mês inteiro pra receber 1047 reais por mês aí depois que e descontado tudo a pessoa fica um 900 e poucos reais aí a pessoa fica em casa ou batendo perna pra ganha 1200 sem Em um desconto isso e muita injustiça né tem que ser Brasil msmo.

  4. Joelma santos Diz

    Se fala que nao tem dinheiro pra auxilio,e os salarios e privilégios deles !?se nao tem dinheiro ,porque nao reduz o salarios dos piliticos !?
    Porque quem sempre sofre é o povo e sempre quem paga a conta somos nos…

  5. Elizeu Gomes de sales Diz

    Natal da fome ,recebi a 4 no início de setembro e agora só para 13 de janeiro a 5 parcela ,sou de junho , parece q a caixa está me sacaneando.

  6. VALDENIR QUESSA Diz

    Tem muitas vagas de emprego ,restaurante ,bares e lanchonetes não consegue mão de obra.mas o brasileiro prefere o benefício do que trabalhar isso aí vai crer um custo se preparem …

  7. Esheley Maira Diz

    Era para o meu esposo ter recebido o auxílio dia 17 de dezembro, porém ainda não caiu.

  8. Fabiana Souza Diz

    Engraçado que essas “mães” solteiras só pra ganhar o benefício pq a maioria moram junto, legal isso aí

  9. Driele Silva Diz

    Acho q não existe só aposentado pra receber o 14 décimo os trabalhadores também deveria receber ele não são melhor q ninguém e pagamos impostos do mesmo jeito e o auxílio emergencial também deveria permanecer pq soa às mães solteiras tem direito quer dizer q às casadas e desempregada com o marido desempregado só tem direito a 300 q não da nem.pra comprar comida pq tem q decidir entre alimentar seu filho ou pagar a conta de luz q está um absurdo…Onde elas são melhor q os outros ninguém mandou ter filho sem.pai isso q da ir pra baile funk ……Abre o olho chefia Bolsonaro

  10. Márcia Rodrigues Barreto Diz

    Tenho 54 anos estou desempregada pois faço enfeites p aniversário casamento…e c a pandemia fique zerada tive embolia tenho asma depressão e síndrome do pânico moro de aluguel preciso comprar remédio de pressão de hipotiroidismo xarelto que e caro anti vigilante preciso de ajuda

  11. Tania Marcia Nunes de Souza Pinheiro Diz

    Bom dia, eu gostaria de saber se quem recebeu o FGTS emergencial se vai continuar a receber também.

  12. Maria Aileuda Santiago Da Silva Diz

    não justo o governo pagar 1.200 pra umas e outra não porque não sou casada e só recebi os 600.

  13. Cidelma Leite Diz

    Deveria ser feito uma pesquisa , pois o projeto diz que é para mães que não tem cônjuge , tem várias mães que não tem o cônjuge no cadastro e que tem companheiro sim , então elas estão recebendo 1,200 reais e fazem o cadastro do marido separado e aí recebem 1,200 + 600 do marido enquanto outras não está recebendo nada , conheço várias famílias nessa situação . Tem Mãe que recebe e não compra comida nenhuma está de carro que comprou com o uso do auxílio . Então deixo meu comentário que deveria ter clareza que não é por que é solteira que tem mas direito a maioria dessas mães tem união estável e não vivem sozinha , então não são provedora de família .

  14. Shirley Diz

    Tm muita falcatrua.conhece pessoas que sao casadas.espesos ate chefes.tm ate proprio negocio.e receberam.cm mae chefe.iso e um absurdo.meu pai est adesempregado ha 3 anos o dele eles bloquearam.safadeza no meio diso.agora faço uma pergunta o auxilio ajudou muitas pessoas.mais e agora as contas de agua e luz dobraram o valor.estou falando do essencial..agora vamos devolver pro governo.td nos impostos caro.

  15. Cátia Andrade Diz

    Bom dia , Graças a Deus eu consegui ser aprovada , estou desempregada desde novembro de 2019 ,mas só recebi a primeira parcela em julho, com isso vou receber menos 3 parcelas,só não consegui o porque se estou parada desde o ano passado.

  16. Eunice Diz

    Concordo plenamente com todos Brás emfim para os governadores e para o presidente é fácil agora quero ver para os brasileiros é difícil porém vamos pensar bem para quem damos nosso voto estamos na merda porque elegemos o candidato errado blz pensem bem povo brasileiro….

  17. Janete F da Silva Diz

    Não sou aposentada desimprega e não consigo emprego devido a pademia pois tenho 60 anos oque fazer?

  18. Fabiana Marques Caramelo Diz

    Quer dizer que só mãe de família tem fome e conta pra pagar? E os desempregados que pagam conta tão igual a elas? O auxílio tem q ser dado a todos que não estão empregados de forma igual não desmerecendo nem um e nem outro. Direito igual para todos.

    1. Reinaldo Diz

      Concordo com vc , faço das suas palavras a minha , me encontro desempregado , com dúvidas e não recebo uma ajuda do governo . Quantos trabalhadores que receberam sua última parcela de seguro desemprego em setembro e de lá pra Ka , sem emprego , sem renda , família passando necessidade .
      Enquanto vários trabalhadores não recebem um auxílio , por outro lado , vários condenados por crimes de roubo etc … Estão recebendo , então já pra se ter uma ideia de quem trabalha honestamente não tem seus direitos reconhecidos .
      Isto infeslimente é pais em que Vivemos .
      Será que alguém irá fazer algo , será que algum ministro dos TRT irá olhar para os desempregados nesta crise ?

  19. Jose Aldo de Almeida Diz

    Como essa vacina não tem data a ser liberada
    Poderia estende o auxílio até a liberação dessa vacina em massa

    1. Gabriel siqueira de lima Diz

      Junto com inflação e aumento de imposto ? Acorde amigo.

      1. Cidelma Leite Diz

        Deveria ser feito uma pesquisa , pois o projeto diz que é para mães que não tem cônjuge , tem várias mães que não tem o cônjuge no cadastro e que tem companheiro sim , então elas estão recebendo 1,200 reais e fazem o cadastro do marido separado e aí recebem 1,200 + 600 do marido enquanto outras não está recebendo nada , conheço várias famílias nessa situação . Tem Mãe que recebe e não compra comida nenhuma está de carro que comprou com o uso do auxílio . Então deixo meu comentário que deveria ter clareza que não é por que é solteira que tem mas direito a maioria dessas mães tem união estável e não vivem sozinha , então não são provedora de família .

  20. Cristovão Roberto Pereira Diz

    Olá. Vocês Deputados, Senadores e Presidente Bolsonaro poderiam liberar o 14º salária para nós os aposentados que sofremos tanto com esse salário minimo onde muitos não vão conseguir realizar a ceia de Natal e cheios de dividas por não poder sair de casa para fazer algum bico para ajudar no sustento da família. Um dia isto vai doer na consciência de vocês. Que Deus abençoe vocês.

    1. Gabriel Diz

      Desculpe amigo. A vdd é que ninguém vai olhar para você. Enquanto você reza por um 14 de um salário minimo, aqui em sp o aumento do salario deles foram de 50%. Está na hora de você acordar. Lamento muito pela sua aposentadoria estatal que de nada vale. Recomendamo você a ensinar seus netos e não depender de aposentadoria do governo. Ou vão terminar pior que você. Governo nao ajuda. Só rouba a população.

  21. Ailton santo de jesus Diz

    Boa tarde .
    Eu estava trabalhando e fui despedindo no dia 06 de março eu tinha 20 ános na empresa e peguei 5 parcela do seguro eu estou parado e a empresa não pagou nada eu tenho dois filhos .
    O que eu quero saber se eu tenho o direito de receber as duas parcelas do seguro desepego.

  22. Annecila Correa Mascarenhas Diz

    Não conseguia receber 600
    Eu sou bolsa família

  23. Marcos Soares Diz

    Boa tarde a todos só o aposentado que não ganha nada so ferro quando os deputados ganha milhões e nós só fica nas promessas cadê o 14/ décimo quarto só caio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.