Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial deve ser prorrogado ainda durante esta semana 

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou nesta quarta-feira, dia 23 de junho, que o presidente Jair Bolsonaro deverá realizar anúncio oficial ainda esta semana. Assim, o objetivo é falar sobre a extensão por mais três meses do auxílio emergencial. Dessa forma, o benefício seria pago até o mês de outubro de 2021. 

O relato aconteceu durante uma reunião virtual de representantes da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) com transmissão pela plataforma digital Youtube. Nesse sentido, os valores pelo benefício devem continuar os mesmos já pagos durante o ano de 2021, variando entre R$ 150 e R$ 375.

O ministro também abordou outros pontos

Além disso, o ministro da Economia também relatou que logo haverá a apresentação do BIP (Bônus de Inclusão Produtiva) e o BIC (Bônus de Incentivo à Qualificação). 

“O objetivo é que a gente consiga criar 2 milhões de empregos para jovens entre 18 e 28 anos, que é onde a incidência do desemprego é mais alta, em torno de 50%”, afirmou Paulo Guedes. 

Então, durante a conversa com as empresas, o chefe da pasta econômica relatou que o governo paneja realizar uma redução dos impostos. Portanto, consequentemente, haveria benefício para as indústrias. Assim, uma das intenções seria a de redução do IPI (Imposto Sobre Produtos Industrializados). 

Ademais, de acordo com Guedes, as reformar propostas pelo governo estão caminhando, entre elas a tributária. O mesmo afirma que o objetivo do governo é de gerar uma reindustrialização do país, utilizando “energia barata”. Além disso, o Governo Federal já vem tomando ações para que isto aconteça, como o incentivo à cabotagem e a aprovação do novo marco regulatório do gás natural. 

Durante o evento virtual, o ministro Paulo Guedes conversou com Josué Gomes e também com Rafael Cervone, candidatos à presidência e vice-presidência da Fiesp, respectivamente. O atual presidente, Paulo Skaf, realizou a abertura do evento.

Também se debateu sobre o câmbio

Durante a live realizada pela Fiesp, o ministro comemorou a eventual queda de cotação do dólar quando comparado ao real e afirmou que este é o valor esperado pelo Governo, abaixo dos R$ 5. O líder econômico do país também disse acreditar que a cotação continuará em queda. 

“Vai descer bem mais, à medida que todo mundo perceber que a política é consistente, é coerente”, afirmou Guedes.

Caixa Tem poderá oferecer empréstimos após fim do Auxílio Emergencial

Em seguida, depois do final do Auxílio Emergencial, o aplicativo Caixa Tem poderá oferecer empréstimos. Isso poderá ocorrer logo após os beneficiários migrarem do Auxílio Emergencial para a plataforma. 

Nesse sentido, Pedro Guimarães, atual presidente da Caixa Econômica Federal, informou que a instituição financeira passará a oferecer linhas de créditos especiais para os usuários do aplicativo. O objetivo é que isso aconteça logo após a conclusão do pagamento de todas as rodadas do benefício emergencial. 

Ademais, em meio a outras declarações, Pedro Guimarães já havia comentado sobre os valores dos empréstimos. De acordo com ele, serão de R$ 100, R$ 200 e R$ 300, e os usuários poderão obtê-lo por meio de liberação digital.

Dessa forma, como os valores são baixos, o mesmo avalia que os impactos positivos da criação do programa irão se sobrepor a possíveis casos de inadimplência. Além disso, conforme o com o presidente da instituição, a ferramenta de microcrédito já está em sua fase final de desenvolvimento e logo deverá ser implantada. 

O objetivo é chegar à classe de renda mais baixa

A Caixa Econômica quer alcançar as pessoas de baixa renda, principalmente as que mais se afetaram por todos os impactos da pandemia de Covid-19. Assim, a intenção é que o serviço se solicite de forma rápida e descomplicada através do próprio aplicativo Caixa Tem. A informação teve divulgação durante uma entrevista ao “Correio Brasiliense” e a TV Brasília. 

Desse modo, a intenção é que todo o procedimento se realize por meio do aplicativo Caixa Tem, sem a necessidade de comparecimento presencial a uma agência física da Caixa. Ademais, além de serviços de microcrédito também está se planejando uma gama de opções sobre a oferta de seguros e cartões. 

Pedro Guimarães vê a importância do aplicativo Caixa Tem

Durante a entrevista, Pedro Guimarães ressaltou todo o papel do app Caixa Tem. Este, muitas das vezes, foi o primeiro vínculo entre o ambiente bancário e a população mais carente, que não possuía nenhuma conta. O mesmo observou que uma das consequências da bancarização é a oferta maior de microcrédito. 

Além disso, de acordo com o presidente da Caixa Econômica, as linhas de créditos que a instituição oferece se apresentarão de forma mais acessível do que as já existentes em outras instituições financeiras. A movimentação de recursos financeiros por meio do aplicativo também contribuíra na redução de pessoas nas agências físicas. 

“Quando estávamos fazendo pela primeira vez o cadastramento, 38 milhões de brasileiros não estavam em nenhum cadastro do governo federal e passaram a ser bancarizados exatamente por causa do auxílio. A partir do momento em que organizamos pela data de nascimento, foi possível saber as pessoas que teriam direito. As filas se reduziram muito e, com o passar dos meses, a utilização do Caixa Tem foi mais intensa”, disse Guimarães na entrevista.

Nascidos em maio e beneficiários do Bolsa Família recebem 3ª parcela

Trabalhadores que nasceram no mês de maio recebem a terceira parcela do Auxílio Emergencial nesta quarta-feira, dia 23 de junho. Os participantes inscritos através do site ou por meio do aplicativo oficial do benefício e que estão foram do Programa Bolsa Família, terão os valores creditados na Conta Poupança Digital da Caixa Econômica Federal.

A quantia poderá se movimentar por meio do aplicativo Caixa Tem. Assim, através dele é possível realizar o pagamento de contas, boletos e também compras com o cartão de débito virtual.

Ademais, os beneficiários participantes do Programa Bolsa Família que possuem o último dígito do Número de Identificação Social (NIS) terminado em 5 também receberam a terceira parcela nesta quarta-feira.  

No entanto, os saques e transferências para os beneficiários que tiveram os valores liberados no dia de hoje só serão permitidos a partir do dia 8 de julho. O depósito da terceira parcela para todos os participantes do Auxílio Emergencial fora do Programa Bolsa Família se encerra dia 30 de junho. Por fim, ainda, o saque para o público, na ordem dos meses de nascimento, irá ocorrer entre os dias 1º e 19 de julho.

1 comentário
  1. Elisabete Rodrigues Gonçalves Diz

    Sou do cadastro único porque eu não tenho dir eito a receber

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.