Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: Terceira parcela para NOVO grupo nesta quarta-feira

Nesta quarta-feira (23) a Caixa Econômica Federal (CEF) depositou a terceira parcela do Auxílio Emergencial para mais dois grupos de beneficiários. Um dos grupos da vez que recebe o pagamento são os trabalhadores que são inscritos no auxílio via app e site ou inscritos no Cadastro Único e que são nascidos em maio.

Já em relação ao outro grupo que recebe a terceira parcela do Auxílio Emergencial, são os beneficiários que recebem o Bolsa Família e que possuem o número NIS terminado em 5. Deste modo, o pagamento do benefício é feito da mesma forma para os dois grupos que recebem nesta quarta-feira.

As parcelas do Auxílio Emergencial são depositadas na conta poupança digital da Caixa. Assim, os valores podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos usando o cartão de débito virtual ou QR Code.

Lembrando que beneficiários que fazem parte do programa Bolsa Família também podem utilizar o aplicativo Caixa Tem. Além disso, beneficiários deste grupo também podem efetuar saques e transferências dos valores pelos canais físicos (agências e lotéricas), através da utilização do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

Calendários referentes à terceira parcela do Auxílio Emergencial

Terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021: público geral

Mês de nascimento

Data do pagamento

Saques e transferências

Janeiro

18 de junho

1º de julho

Fevereiro

19 de junho

2 de julho

Março

20 de junho

5 de julho

Abril

22 de junho

6 de julho

Maio

23 de junho

8 de julho

Junho

24 de julho

9 de julho

Julho

25 de julho

12 de julho

Agosto

26 de julho

13 de julho

Setembro

27 de julho

14 de julho

Outubro

29 de julho

15 de julho

Novembro

30 de julho

16 de julho

Dezembro

30 de julho

19 de julho

Terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021: beneficiários do Bolsa Família

Final do número NIS

Data do pagamento

1

17 de junho

2

18 de junho

3

21 de junho

4

22 de junho

5

23 de junho

6

24 de junho

7

25 de junho

8

28 de junho

9

29 de junho

0

30 de junho

Informações adicionais sobre a rodada de 2021 do auxílio

De acordo com as regras estabelecidas, o Auxílio Emergencial atual é oferecido às famílias que possuem renda mensal igual ou inferior a até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja interior a meio salário mínimo. Além disso, o beneficiário precisa estar com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) em dia para ter direito ao benefício.

Por fim, é importante lembrar que na rodada deste ano estão sendo oferecidas quatro parcelas mensais de abril a julho, de R$150 a R$375, dependendo do perfil dos beneficiados:

  • Pessoa que mora sozinha: R$ 150

  • Mãe solteira que sustenta a família: R$ 375

  • Demais famílias: R$ 250

O Auxílio Emergencial foi criado em 2020 pelo Governo Federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de Covid-19. Inicialmente o auxílio foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras chefes de família. Logo após, o programa foi estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

3 Comentários
  1. vera Diz

    me desculpem os erros de digitação. tô mt preocupada, sem saber o que vamos fazer. obda pela atenção.

  2. vera Diz

    pois é, meu marido recebeu as 2 primeiras parcelas e na 3ª indeferiram alegando que 2 pessoas família recebem mais da metade do salário mínimo. como se somos 2, sou dona de casa e ele tá desempregado. estamos sobrevivendo dos bicos que aparecem e que são bem poucos. não pode mais haver contestação… gnt, que isso? parece que até nisso tem a patifaria dos golpes dados aos coitados que mal têm o que comer enquanto nos passam na cara seus momentos *ostentação* isso, no me dicionário, se chama apropriação indevida, roubo, fraude.. e somos nós por nós. ñ aparece um que seja pra ouvir o outro lado dessa história. vergonha de ser brasileira por essa e por outras. meu sonhos? ir embora desse país, não que em outros seja mt diferente, mas há respeito pelo cidadão, por menor que seja.

    1. Miguel Angelo Isaías de Araujo Diz

      Não sei porque não fui aceito sendo que recebi os dois primeiros auxílio Emergencial o de 600.00 e o de 300.00 estou desempregado faço bico quando tem .

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.