Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3/5 - (4 votes)

Auxílio emergencial: CAIXA paga novo lote nesta segunda, 11

A Caixa Econômica Federal vai liberar nesta segunda-feira, 11 de outubro, mais um lote de pagamentos do auxílio emergencial. Segundo o banco, uma nova liberação dos valores da 6ª parcela do auxílio emergencial 2021 acontece hoje por meio de saques. Dessa forma, será contemplado com a retirada de valores quem recebeu o dinheiro por meio depósito.

Veja também: Guedes: Auxílio emergencial com prorrogação de R$500

De acordo com informações da CAIXA Econômica Federal, o cronograma de saques do benefício será liberado conforme o dia de nascimento de cada trabalhador.

Hoje, segunda-feira (11), a liberação será feita para os trabalhadores informais inscritos no auxílio via site ou CadÚnico e que são nascidos em junho.

Auxílio emergencial: 6ª parcela

Veja, abaixo, o calendário da 6ª parcela do auxílio emergencial para o público geral:

Mês de nascimento

Data do pagamento

Saques e transferências

Janeiro

21 de setembro

4 de outubro

Fevereiro

22 de setembro

5 de outubro

Março

23 de setembro

5 de outubro

Abril

24 de setembro

6 de outubro

Maio

25 de setembro

8 de outubro

Junho

26 de setembro

11 de outubro

Julho

28 de setembro

13 de outubro

Agosto

29 de setembro

14 de outubro

Setembro

30 de setembro

15 de outubro

Outubro

1º de outubro

18 de outubro

Novembro

2 de outubro

19 de outubro

Dezembro

3 de outubro

19 de outubro

 

Outubro tem 12 saques confirmados do auxílio emergencial

Estão previstos nada menos que 12 saques da 6ª parcela do auxílio emergencial 2021. Desde o dia 04 de outubro, o banco vem liberando o benefício em espécie para os trabalhadores. Foram, ao todo, cinco saques liberados. Sendo assim, restam sete liberações.

Nesta segunda-feira, 11 de outubro, a liberação do saque em espécie será para os nascidos no mês de junho. A liberação continuará sendo feita até 19 de outubro, data em que os nascidos em novembro e dezembro poderão efetuar a retirada do benefício no banco.

7ª parcela do auxílio emergencial está muito próxima

De acordo com informações  do calendário do Auxílio Emergencial, a 7ª parcela vai começar a ser paga oficialmente no próximo dia 18 de outubro. Vai ser nesse dia que os usuários do Bolsa Família poderão pegar esse dinheiro. Neste primeiro momento, nós estamos falando especificamente daqueles que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 1.

Já para os informais, os pagamentos da 7ª parcela devem começar no dia 20 de outubro. Nesse dia, a liberação do dinheiro vai acontecer para aqueles que nasceram no mês de janeiro. Esse grupo inclui as pessoas que se inscreveram no Auxílio Emergencial através do site oficial ou aqueles que fazem parte do Cadúnico mas que não estão no Bolsa Família.

De acordo com as informações oficiais, o Governo Federal quer fazer os pagamentos para todos os grupos entre os dias 18 e 31 de outubro. Isso quer dizer portanto que todas as pessoas que fazem parte do programa receberão o dinheiro da 7ª parcela dentro deste intervalo de tempo.

Quem pode receber o auxílio emergencial 2021

Antes de solicitar o processo de contestação o cidadão deve primeira checar se o mesmo cumpre todos os critérios necessários. De acordo com o formato atual do programa assistencial, então, é necessário:

  • Possuir renda total do grupo familiar de até três salários mínimos (R$ 3.300); 
  • Só será permitida o pagamento de uma cota por grupo familiar; 
  • Ter mais de 18 anos; 
  • Não possuir qualquer vínculo de emprego formal; 
  • Não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 ou rendimentos isentos acima de R$ 40 mil e nem ser dono de bens de valor superior a R$ 300 mil no fim de 2019; 
  • Estão excluídos os residentes médicos, multiprofissionais, beneficiários de bolsas de estudo, estagiários e similares; 
  • Ficam de fora também as pessoas que receberam qualquer tipo de benefício previdenciário, assistencial ou trabalhista ou de transferência de renda do governo em 2020, com exceção do Bolsa Família e abono salarial.
3/5 - (4 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

1 comentário
  1. Edmilson de Araujo Barbosa Diz

    Meu auxílio emergencial Costa que eu tou morto ou preso mas não tou vivo preso que liberem

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.