Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: Caixa libera parcela para NOVO grupo

Neste domingo (20) a Caixa Econômica Federal (CEF) depositou a terceira parcela do Auxílio Emergencial para mais um grupo de beneficiários. O grupo da vez que recebe o pagamento são os trabalhadores que são inscritos no auxílio via app e site ou inscritos no Cadastro Único e que são nascidos em março.

O valor total do montante do Auxílio Emergencial depositado é de R$ 484,1 milhões de reais. Dessa forma, esse dinheiro é destinado a 2,06 milhões de trabalhadores informais que estão inscritos no programa oferecido pelo Governo Federal.

As parcelas do Auxílio Emergencial são depositadas na conta poupança digital da Caixa. Assim, os valores podem ser movimentados por meio do aplicativo Caixa Tem, que permite fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos usando o cartão de débito virtual ou QR Code.

Lembrando que beneficiários que fazem parte do programa Bolsa Família também podem utilizar o aplicativo Caixa Tem. Além disso, beneficiários deste grupo também podem efetuar saques e transferências dos valores pelos canais físicos (agências e lotéricas), através da utilização do Cartão Bolsa Família ou do Cartão Cidadão.

Calendários referentes à terceira parcela do Auxílio Emergencial

Terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021: público geral

Mês de nascimento

Data do pagamento

Saques e transferências

Janeiro

18 de junho

1º de julho

Fevereiro

19 de junho

2 de julho

Março

20 de junho

5 de julho

Abril

22 de junho

6 de julho

Maio

23 de junho

8 de julho

Junho

24 de julho

9 de julho

Julho

25 de julho

12 de julho

Agosto

26 de julho

13 de julho

Setembro

27 de julho

14 de julho

Outubro

29 de julho

15 de julho

Novembro

30 de julho

16 de julho

Dezembro

30 de julho

19 de julho

Terceira parcela do Auxílio Emergencial 2021: beneficiários do Bolsa Família

Final do número NIS

Data do pagamento

1

17 de junho

2

18 de junho

3

21 de junho

4

22 de junho

5

23 de junho

6

24 de junho

7

25 de junho

8

28 de junho

9

29 de junho

0

30 de junho

Informações adicionais sobre a rodada de 2021 do auxílio

De acordo com as regras estabelecidas, o Auxílio Emergencial atual é oferecido às famílias que possuem renda mensal igual ou inferior a até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja interior a meio salário mínimo. Além disso, o beneficiário precisa estar com o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) em dia para ter direito ao benefício.

Por fim, é importante lembrar que na rodada deste ano estão sendo oferecidas quatro parcelas mensais de abril a julho, de R$150 a R$375, dependendo do perfil dos beneficiados:

  • Pessoa que mora sozinha: R$ 150

  • Mãe solteira que sustenta a família: R$ 375

  • Demais famílias: R$ 250

O Auxílio Emergencial foi criado em 2020 pelo Governo Federal para atender pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de Covid-19. Inicialmente o auxílio foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para mães solteiras chefes de família. Logo após, o programa foi estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Caso surjam dúvidas em relação ao direito de receber o Auxílio Emergencial, ou em relação aos valores estabelecidos, basta acessar o site da Caixa Econômica Federal ou do Ministério da Cidadania, para mais informações.

11 Comentários
  1. Rafael Diz

    Sou chefe de família e crio meu filho sozinho sem qualquer ajuda da mãe da criança e não tenho o direito de receber o auxílio em dobro
    Porque?

  2. Rafael Diz

    Tenho uma dúvida e uma reclamação,
    Porque somente a mulher tem o direito de receber o auxílio em dobro,
    Sou homem e possuo a guarda do meu filho de 6 ano,
    Assim sou chefe de família e não tenho o direito de receber o auxílio em dobro,
    Se nos dias de hoje vivemos pelos direitos iguais,
    Aonde está a igualdade?
    Detalhe não recebo nenhuma ajuda da mãe da criança.
    Obrigado

  3. Juçara carvalho Diz

    Minha filha e mae solteira, nao trabalha e não conseguiu o auxílio emergencial. de 2021.nao entendi porquê. E ninguém explica. E um absurdo. Quem mais necessita foi cancelado.

  4. Selene Maria de souza Diz

    Eu moro sozinha não tem quem mider meu benefício foi cancelado quer possa o fazer

  5. Bárbara Diz

    A mesma situação. Dois filhos e nem direito a contestação. E pior nós dois últimos dias vi milhares de mães na mesma situação.

  6. Raiane Diz

    Junho está escrito 24 julho no caixa saque dia 9 julho🤔🤔🤔

  7. Letícia Silva de souza Diz

    Sou mãe solteira Não tenho renda nenhuma estou bloqueada 3 parcela lamentável que nem trabalho eu tenho …….

    1. Bárbara Diz

      A mesma situação. Dois filhos e nem direito a contestação. E pior nós dois últimos dias vi milhares de mães na mesma situação.

  8. Merilin Rodrigues Diz

    Quero muito saber por que as duas últimas parcelas de 300 reais creditadas pela dataprev na caixa em dezembro aparecem no estrato do caixa tem em verde mas nunca foi colocada pra saque no saldo do caixa tem se foi paga pelo data prev pra repassar pra gente o que a caixa tá fazendo com essas 2 parcelas de 300 reais até agora sera qye um dia eles vão colocar pra saque ou vai ficar pra eles roubarem nais ainda os pobres e necessitados e um absurdo estamos precisando desse dinheiro e caixa prendeu e não devolve acho que nunca vai nós dar o que é de direito.???? Quero que alguem responda

  9. Valmir sousa Diz

    Olá boa noite! se vc.não recebeu até agora.nem a primeira e nem a segunda.eu acho que não pode mais se cadastrar.se vc for do rio de janeiro pode optar. Pelo auxílio carioca do governo.

  10. Cátia Grando Diz

    Como faço para saber se vou receber a 3* parcela do auxílio emergencial, pois não tenho renda ,e até o presente momento não recebi,sou de Janeiro

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.