Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial: cidadãos tem benefício suspenso por erros de análise

De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Cidadania, mais de um milhão de brasileiros tiveram o Auxílio Emergencial cancelado ou bloqueado em junho. Esse número corresponde a 660.744 bloqueios e 497.092 cancelamentos ocasionados pela revisão mensal realizada pela Dataprev.

O Ministério da Cidadania afirma que a revisão é feita com o objetivo de garantir que famílias que realmente se encontram em situação de vulnerabilidade econômica recebam o benefício. Apesar disso, diversos beneficiários que possuem o direito a receber o Auxílio Emergencial, afirmaram ter o auxílio cancelado por uma justificativa que não corresponde a sua situação de vida.

Quem possui o direito de contestar o cancelamento

O Ministério da Cidadania afirma que existem dois tipos de inelegibilidade para o recebimento do Auxílio Emergencial. A primeira delas é passível de recurso, ou seja, o beneficiário pode realizar a contestação da análise pelo site disponibilizado pelo governo federal.

A segunda forma de inelegibilidade é definitiva. Desse modo, os cidadãos não possuem o direito de realizar a contestação. O ministério responsável pelo pagamento do benefício pontuou que a inelegibilidade definitiva ocorre em situações que não podem se alterar. Podemos utilizar como exemplo cidadãos que no ano de 2018 tiveram rendimentos acima de R$ 28.559,70.

O governo federal ainda afirma que quando existir a possibilidade de entrar com recurso para realização de uma nova análise, é estipulado um prazo para a contestação. É possível contestar o benefício bloqueado durante o prazo de até dez dias após a divulgação dos resultados.

Apesar disso, inúmeros relatos divulgados por ex beneficiários do auxílio, afirmam que o site disponibilizado pelo governo federal é ineficaz. “Caso de morte, pessoa em cárcere, morando em outro país, recebendo salário em emprego formal… Eles jogaram qualquer justificativa e não deram o direito da contestação. É a palavra deles, contra as provas das mães” afirmou a organizadora de um perfil criado para denunciar a situação que diversas mães estão vivendo.

Informações sobre a suspensão do Auxílio Emergencial

O deputado Túlio Gadelha (PDT-PE) afirmou que tem recebido várias reclamações de beneficiários, sobre o cancelamento do Auxílio Emergencial sem uma justificativa válida.  “A situação se torna ainda mais preocupante por se tratar de família monoparental, sendo a única a prover o sustento dos filhos e não possuem os meios alternativos para conseguir arcar com as necessidades básicas de moradia e alimentação”, afirmou Gadelha.

Essa parcela da população afirma que seu benefício foi cancelado sem a possibilidade de realização do recurso. Ademais, a justificativa disponível no site do Auxílio Emergencial não condiz com a realidade dos ex beneficiários. Portanto, inúmeras pessoas que possuem o direito a receber o auxílio e estavam contando com essa renda para o sustento da família, encontram-se mais uma vez desamparados pelo Estado.

Por conta disso, o deputado enviou um requerimento ao Ministro da Cidadania solicitando informações sobre o cancelamento do Auxílio Emergencial. Nesse requerimento, Gadelha pede um esclarecimento sobre a suspensão do benefício para famílias monoparentais, bem como para os demais beneficiários que tiveram o auxílio cancelado em junho de 2021.

4 Comentários
  1. Aliciana Diz

    E eu que tive que fechar um comércio recen aberto por falta das circunstâncias da pandemia vim mora no sul do país já contando com este Aux como sou chefe de família estou com 2 parcelas bloqueada tento contestar não consigo e para piora estou desempregada

  2. Geneí Ribeiro Diz

    O meu auxílio tbm foi cancelado dizendo que sou empregada formal quem me dera que eu tivesse emprego taria mais feliz cumprindo horário do que depender de esmola bando de covardes alguém tá elaborando esse dinheiro ctg 😡😡😡

  3. Gilberto de jesus gomes Diz

    Uma vergonha este governo cancela seu auxílio emergencial inventando desculpas para não pagar mas as urnas vão dar a resposta que eles merecem.

  4. Caas Diz

    Eu fui um dos cortado do auxílio estou desempregado

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.