Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Emergencial 2021: programa pode receber novas parcelas até maio de 2022

Para que o auxílio emergencial seja concedido até maio de 2022, o programa terá que passar por um processo de distribuição decrescente, reduzindo o valor da parcela proporcionalmente até chegar ao último pagamento.

Após o fim dos pagamentos da prorrogação, o auxílio emergencial será oficialmente encerrado. O benefício concedido desde abril deste ano será finalizado no próximo mês, outubro. No entanto, há especulações que o programa possa ser renovado até maio de 2022. Confira mais informações a seguir.

Pagamento do auxílio emergencial até maio de 2022

Para que o auxílio emergencial seja concedido até maio de 2022, o programa terá que passar por um processo de distribuição decrescente, reduzindo o valor da parcela proporcionalmente até chegar ao último pagamento.

Tais informações foram concedidas pelo secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencout, na última terça-feira (28). No entanto, ele ressalta que a permanência do programa até o próximo ano é improvável no formato atual, sendo necessário uma nova metodologia.

Impasse com o Ministério da Economia

Muitos membros do governo atual defendem a nova prorrogação do auxílio emergencial, como é o caso do ministro da Cidadania, João Roma. Porém, o Ministério da Cidadania não apoia a ideia.

Para o ministro da equipe econômica, Paulo Guedes, não há justificativa fiscal para uma nova rodada do benefício, além disso, ele ressalta que o governo deve se concentrar na viabilização do Auxílio Brasil, novo programa social de transferência de renda que deverá substituir o Bolsa Família.

Segundo informações de bastidores, o receio do ministro da Economia, é que o Congresso Nacional aumente o valor das possíveis novas parcelas do auxílio emergencial. Atualmente, os beneficiários estão recebendo valores variados entre R$ 150 a R$ 375 de acordo com a composição familiar.

Neste sentido, embora 2022 seja um ano eleitoral e os gastos da União fique limitados, o auxílio emergencial pode ser novamente concedido e até mesmo ampliado, visto que o programa é viabilizado fora do texto de gastos.

Veja também: FGTS 2021: cronograma de saques até dezembro; veja quando sacar

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
2 Comentários
  1. Eloisa Elias Porto Diz

    Espero em Deus que melhore as condições pois tenho 49 anos recebo 150 reais não consigo emprego desde 2015 registrado já cortaram minha água por falta de pagamento sou obesa e rejeitada para trabalhar por este motivo
    Aliás gostaria que fosse criado alguma lei que não bastasse ninguém seja pelo peso cor de pele idade pois já estou cansada de ouvir desculpas e não ser empregada quero um emprego mas enquanto não vem pode voltar aos 600 reais porque ajuda bastante a sobrevivência que Deus incomode quem e responsável para que o povo tenha um pouco mais de dignidade

  2. Adriana Diz

    Tomara mesmo que prorrogue e com 150 ei tenho que me virar..cesta básica ajuda dos outros..não consigo emprego…envio curriculum todos os dias…testes em cima de testes. E nada……está muito difícil eu tenho 50 anos. E quem tem mais idade meu deus faz o que????vai morrer de fome morar na rua o aluguel se não paga o proprietário põe a gente na rua….tem muitos casos aqui aonde eu resido …esse país está mesmo um caos!!!! !Prorroguem O auxílio pelo amor de.deus🙏🙏🙏🙏

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.