Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

1/5 - (1 vote)

Auxílio Brasil: valores médios são maiores em cidades do Norte

Um balanço recente divulgado com os valores médios do Auxílio Brasil, mostrou que a maior parte dos municípios que tiveram os valores mais altos durante o mês de abril estavam localizados na região norte do país. Ao menos 23 municípios apresentaram valores médios acima dos R$ 420, sendo que 16 se encontram no norte do Brasil.

Um deles está localizado no Amazonas e outro em Roraima, chegando ao valor médio de R$ 439, que é o 9% a mais do que o valor médio do Auxílio Brasil, neste momento de R$ 403,08. Uma MP recente que foi aprovada na Câmara prevê que o pagamento mínimo não deve baixar de R$ 400.

A Região Norte fica na terceira posição em relação ao número de famílias beneficiadas do Auxílio Brasil, com a soma total de 2,1 milhões. O Nordeste segue na primeira posição do ranking geral, com 8,5 milhões de famílias cadastradas, seguida do Sudeste com 5,2 milhões, no Sul com 1,2 milhão de famílias e o Centro-Oeste com 926 mil.

Valor médio do Auxílio Brasil registra queda em abril

Mesmo assim, no mês de abril o valor médio pago aos beneficiários do Auxílio Brasil registrou queda no comparativo com março, com uma queda de até 1,7% em relação ao último mês. No mês passado, o município de Eirunepé no Amazonas registrou o pagamento médio de R$ 500,78, com um valor que chega a ser até 22% maior do que a média nacional.

O Ministério da Cidadania foi questionado sobre a variação dos valores dentro dos municípios de um mês, pois de acordo com o balanço do mês, ao menos 154 municípios recebem um valor médio acima dos R$ 410. A maior parte deles está localizada na Região Sul, sendo 56 no Rio Grande do Sul e 11 em Santa Catarina.

Critérios do programa podem dar uma melhor explicação para os atuais valores

Os valores que são mais altos neste momento para as regiões Norte e Nordeste podem ser explicados de acordo com a própria base do programa de transferência de renda. É preciso avaliar os critérios de pobreza e extrema pobreza que ainda são altos na região, além de outras modalidades do programa como o Auxílio Inclusão Produtiva Rural.

Por conta disso, as pessoas não devem se surpreender pelos valores que são mais altos para essas regiões, justamente as mais pobres e também numerosas, pelo alto número de crianças elas demandam uma maior renda para as famílias. Essas regiões também têm um alto perfil agrícola, sendo que pela questão de serem mais pobres elas também vão precisar de um pagamento maior.

A avaliação de como identificar as famílias mais vulneráveis não é o único fator chave para que o Auxílio Brasil seja um programa de transferência de renda de alta qualidade. É necessário desde um orçamento adequado como criar fórmulas para o seu pagamento, transferindo os recursos para as famílias que se encontram em situação de vulnerabilidade social.  

1/5 - (1 vote)

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.