Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Brasil no valor de R$ 400 ainda é possível? Entenda

Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre os valores médios do Auxílio Brasil. Veja quais são as possibilidades

O Governo Federal entregou ao Congresso Nacional a Medida Provisória (MP) que abre caminho para o Auxílio Brasil. Trata-se portanto do programa que deve substituir o Bolsa Família a partir do próximo mês de novembro. No entanto, esse documento não mostra algumas informações cruciais do benefício.

Não dá para saber ainda quais serão os valores médios do programa em questão. De acordo com o Ministério da Cidadania, o benefício atual faz pagamentos mensais de R$ 189 em média. O Governo entende que esse patamar vai subir. No entanto, ainda não dá para saber de quanto vai ser esse aumento de fato. Essa é a grande dúvida até aqui.

Nas redes sociais, começou a circular uma informação de que esse patamar vai subir para uma média de R$ 400. De acordo com informações de bastidores, membros do grupo político conhecido como Centrão estão pressionando o Presidente Jair Bolsonaro para que ele aceite esse montante. Agora as pessoas querem saber quais são as chances reais de o valor subir para esse nível.

A realidade é que a possibilidade existe. E ela pode vir de duas maneiras. Como dito, a MP do novo Bolsa Família não tem a inclusão dos valores do programa. Como o texto está no Congresso Nacional, os parlamentares podem inserir uma emenda com esses patamares. Em tese, eles podem dizer que querem o auxílio na casa dos R$ 400. De acordo com informações oficiais, existem mais de 400 emendas ao texto na Câmara dos Deputados.

A outra possibilidade é o próprio Governo Federal decidir colocar esse valor. Como dito, o Centrão estaria pressionando Bolsonaro para subir esse montante para os R$ 400. Há portanto uma chance de o Presidente ceder e acabar exigindo que esse seja o novo patamar médio de pagamentos a partir do próximo mês de novembro.

Chances

A possibilidade de um aumento para a casa dos R$ 400 existe. No entanto, as chances não são tão boas. Hoje, de acordo com informações de bastidores, o mais provável mesmo é que o Governo pague um patamar que vai ficar em volta dos R$ 300. Foi isso o que Bolsonaro prometeu que faria.

Recentemente, por exemplo, o Presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL) disse em entrevista que não existe a menor possibilidade de um Bolsa Família de R$ 400 passar no Congresso. Essa é uma fala importante em toda essa história já que ele pode conduzir uma possível votação.

Hoje, de acordo com as informações que se tem em mãos, dá para dizer portanto que um aumento do Bolsa Família para R$ 400 é possível, porém não é provável. De qualquer forma, o Palácio do Planalto ainda não bateu o martelo , então tudo pode acontecer.

Antes do Auxílio Brasil

O Auxílio Brasil só deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro. Até lá, o Governo segue fazendo pagamentos de outros projetos sociais neste momento. E esses repasses estão acontecendo normalmente sem maiores problemas.

Nesta semana, por exemplo, o Palácio do Planalto está seguindo com as liberações da prorrogação do Auxílio Emergencial. Nesta sexta-feira (27), é a vez dos informais que nasceram no mês de agosto. Eles podem receber o dinheiro de forma digital.

Além disso, o Governo está seguindo com os repasses da atual versão do Bolsa Família, que ainda não chegou ao fim. De acordo com informações do calendário oficial do programa, a sexta (27) é o dia da liberação para aqueles que possuem o Número de Inscrição Social (NIS) terminando em 8.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.