Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (3 votes)

Auxílio Brasil: não é preciso solicitar pagamento do retroativo

De acordo com o próprio Governo Federal, pagamento do retroativo do Auxílio Brasil deve acontecer de forma automática

O Governo Federal desistiu da promessa de pagar o retroativo do Auxílio Brasil ainda neste mês de dezembro. Por causa dos atrasos na tramitação da PEC dos Precatórios no Congresso eles acharam melhor adiar os planos e deixar para fazer essas liberações apenas a partir do próximo ano.

Diante da proximidade nos pagamentos do retroativo do programa, alguns usuários estão em dúvida sobre a necessidade de se realizar um cadastro para receber esse adicional. E de acordo com o Governo Federal, a resposta é não. De acordo com o Palácio do Planalto, o dinheiro vai cair automaticamente na conta.

Então ao ver qualquer link ou site dizendo que o cidadão precisa se inscrever para receber o retroativo, é importante não acreditar. Há uma grande chance de aquilo se tratar de um golpe. A dica, de acordo com a própria Polícia Federal (PF), é não compartilhar esse conteúdo, tirar print e denunciar para os órgãos competentes.

De acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 13 milhões de brasileiros poderão receber o valor retroativo do Auxílio Brasil no próximo ano. São pessoas que estão dentro do programa e que no último mês de novembro acabaram recebendo menos do que os R$ 400 que o Governo Federal estava prometendo.

Como a premissa do Auxílio Brasil é pagar no mínimo R$ 400 para todo mundo, se entende que quem recebeu menos do que isso acabou sendo prejudicado. Então essas pessoas terão o direito de receber a diferença entre os dois valores. Pelo menos é isso o que o Governo Federal está dizendo neste momento.

Como fazer o cálculo?

Para saber quanto você vai ganhar de retroativo basta pegar o montante de R$ 400 e diminuir por quanto você ganhou de pagamento do Auxílio Brasil em novembro. Pronto. O resultado vai ser o valor do adicional.

Vamos para um exemplo: uma pessoa que ganhou R$ 200 em novembro no Auxílio Brasil vai ter direito de receber os outros R$ 200 em forma de retroativo. Quem ganhou R$ 100, tem direito de pegar R$ 300.

Quem ganhou R$ 400 ou mais já em novembro não vai ter direito de receber nenhum tipo de adicional do Governo Federal. Isso porque se entende que essas pessoas já estavam recebendo mais do que o limite mínimo.

Quando começa o retroativo do Auxílio Brasil?

Como dito, a ideia inicial do Governo Federal era mesmo pagar o retroativo do Auxílio Brasil já neste mês de dezembro. Mas isso acabou não acontecendo. Então os planos agora se voltam para janeiro do próximo ano.

Em entrevista no final da última semana, o Ministro da Cidadania, João Roma, garantiu que essa é a ideia do Governo Federal. No entanto, ele deixou claro que ainda não há uma confirmação oficial para uma data.

Com os pagamentos desses adicionais é provável que alguns usuários do programa cheguem até a marca de R$ 700. Isso porque além do adicional, elas ainda irão receber normalmente o valor do benefício em questão.

5/5 - (3 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

3 Comentários
  1. Cintia Diz

    Eu estou no cadunico tá tudo atualizado e não estou recebendo e ninguém sabe me explicar nada nem no CRAS

  2. Cecília Lopes dos Santos Diz

    E né nós que recebia o auxílio emergência ficamos de fora do auxílio Brasil agora como vamos fazer pra pagar água luz aluguel comprar gás contudo caro do jeito que está ficou muito difícil pra nós agora.👊

  3. Alessandra BatistadeSantana Diz

    Eu não estou seguindo meu auxílio emergêncial

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.