Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

Auxílio Brasil: entenda o que significa a “fila da fila” e como ela se forma

Fila da fila de espera é um problema crescente no Auxílio Brasil. Veja como o fenômeno acontece e se você faz parte da situação

Você certamente já ouviu falar na fila de espera do Auxílio Brasil. Trata-se de uma lista virtual que reúne os nomes das pessoas que cumprem todas as regras de entrada no programa, mas que ainda não conseguiram receber nada mesmo tendo o direito. Nesse sentido, um novo fenômeno está surgindo com força nos últimos meses: a fila da fila de espera.

Segundo os números que surgem na imprensa, trata-se de mais um problema para o Governo Federal neste momento. A fila da fila é uma lista virtual que reúne os nomes das pessoas que não conseguiram sequer entrar na fila de espera oficial do Auxílio Brasil, porque elas não ingressaram ainda no Cadúnico do poder executivo.

Vale lembrar que para ter direito ao programa, é necessário ter uma renda per capita que varia entre R$ 0 e R$ 210, em todos os casos. Contudo, mais importante ainda é ter um perfil ativo e atualizado no Cadúnico. O cadastro é o primeiro passo para ter uma chance de seleção do benefício do Governo Federal.

No entanto, boa parte dos usuários que tentam entrar no Cadúnico, não conseguem. Os motivos são os mais variados. Há casos de cidadãos que não conseguem entrar em contato com o CRAS da cidade, outros não possuem os documentos suficientes para dar entrada e existe ainda ainda as pessoas que precisam esperar meses até que a sua inscrição na lista seja oficialmente aceita.

Os cidadãos que estão neste grupo precisam enfrentar uma fila virtual para conseguir entrar na fila oficial do Governo Federal. Portanto, são dois momentos de espera. Durante este meio tempo, eles permanecem sem receber nenhuma parcela do Auxílio Brasil, mesmo nos casos em que o cidadão tenha o direito de pegar o dinheiro.

A fila de espera

Segundo informações oficiais mais recentes, a fila de espera para entrada no Auxílio Brasil está crescendo nos últimos meses. Dados obtidos pelo jornal Folha de São Paulo por meio da Lei de Acesso à Informação, apontam que mais de 700 mil brasileiros estavam nessa situação em maio.

Em abril, o número era de pouco mais de 400 mil. Em março, foi de mais de 100 mil. Já em janeiro e fevereiro, a fila permaneceu zerada. Assim, é possível dizer que a cada mês que passa, o número de famílias que aguardam por uma definição só aumenta.

E não há um prazo para as novas entradas neste momento. Segue valendo a ideia de que o Governo Federal não é obrigado a pagar o benefício para todas as pessoas que têm direito ao programa. O Ministério da Cidadania é a pasta responsável pelas novas inserções todos os meses.

Subsídio x Auxílio Brasil

No início deste mês, o Governo Federal sinalizou que poderá liberar mais de R$ 46 bilhões para o subsídio dos combustíveis no país. O montante poderia servir por exemplo, para baixar o preço da gasolina já nos próximos meses.

Ao menos uma parte deste saldo total já seria suficiente para zerar a fila de espera do Auxílio Brasil não apenas neste mês de junho, mas durante todos os próximos seis pagamentos que devem ser feitos ainda no decorrer deste ano.

Segundo projeções oficiais, o Governo precisaria apenas de 8,1% dos gastos previstos com subsídios aos combustíveis para inserir todas as mais de 700 mil famílias brasileiras que aguardam por uma resposta no Auxílio Brasil.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.