Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Auxílio Brasil: cerca de 27 milhões de informais não sabem se entrarão no programa

O Governo Federal ainda não decidiu quantas pessoas poderão entrar no benefício. Muito mistério ainda envolve o Auxílio Brasil

Que o Governo Federal vai começar a pagar o Auxílio Brasil no próximo mês de novembro, todo mundo sabe. Agora, falta descobrir quantas e quais são as pessoas que poderão entrar no benefício. O Palácio do Planalto ainda não decidiu isso e uma resposta sobre o assunto só deve sair no final do próximo mês de setembro.

Até lá, cerca de 27 milhões de informais brasileiros que estão em condições de vulnerabilidade terão que ficar na expectativa. Esse é o número de trabalhadores que estão recebendo o Auxílio Emergencial neste momento. Eles sabem que esse programa só vai durar até o próximo mês de outubro.

Resta saber agora se a partir de novembro eles poderão entrar no benefício novo. De acordo com o Ministro da Economia, Paulo Guedes, a ideia de deixar o novo Bolsa Família para novembro teve justamente a função de pegar alguns usuários do Auxílio Emergencial. Só falta saber quantos e quais seriam eles.

Não tem vaga para muita gente. Isto é um fato. Segundo informações de bastidores, o Governo Federal deverá inserir algo em torno de 2 milhões de pessoas no programa novo. Então os informais teriam que se encaixar neste grupo. Pelo menos essa é a ideia até aqui. Então seriam 27 milhões de cidadãos para 2 milhões de vagas.

A grande dúvida aqui é como o Governo Federal poderia decidir quem tem e quem não tem direito de receber o benefício. São pontos que não estão claros na Medida Provisória (MP) do programa ainda. É outra informação que o Palácio do Planalto só deve divulgar a partir do próximo mês de setembro.

Além dos informais

Vale lembrar também que essa conta dos 27 milhões de informais leva em consideração apenas aqueles que estão recebendo o Auxílio Emergencial. São brasileiros que se inscreveram no benefício ainda no ano passado.

Falta contar portanto com os trabalhadores informais que não estão recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial. São brasileiros que por algum motivo não estão nem no grupo dos usuários deste benefício e nem no do Bolsa Família.

Essas pessoas também estão esperando para saber se poderão entrar no programa novo ou não. A notícia não tão boa para eles é que essa resposta também só deve sair por volta do final do próximo mês de setembro. Então o jeito é esperar.

Valores

Outro ponto que o Governo Federal ainda precisa deixar claro é a questão dos valores do Auxílio Brasil. Essa também é uma informação que não está clara na Medida Provisória (MP) do benefício que está no Congresso Nacional.

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, a versão atual do Bolsa Família paga uma média de R$ 189 por pessoa. Esse é portanto o valor que cada beneficiário recebe mensalmente em média.

A ideia do Governo Federal é aumentar esse patamar para algo em torno de R$ 300. Pelo menos foi isso o que Presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista recente. No entanto, diferentes alas do Planalto estão pedindo patamares diferentes.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
3 Comentários
  1. Cleide silva Diz

    Estou contando com esse auxílio. Estou desempregada.mãe solteira grávida mãe de três filhos.moro de favor.ano passado recebi esse ano so recebi uma parcela…e fui cortada disendo qui tenho emprego formal.mas mi encontro desempregada a dois anos.tentei contestar mas so aparece qui o prazo espirou.cendo qui tava dentro do prazo de contestar

  2. Gilmar Flores Diz

    Bom dia!
    Infelizmente a pandemia deixou muitos brasileiros desempregado,eu foi um e contamos com essa ajuda futura do governo bolsanaro!
    Parabéns pela tua informação!

  3. Maria Neusa Pereira pinto. Diz

    Eu estou contando com o auxílio Brasil e auxílio gaz.tenho 62 anos e não tenho renda Neuma. Pelo menos até minha aposentadoria sair.trabalhava fazendo biscoito e vendendo. Mais o povo não está tendo condições de comprar
    Tenho passado aperto.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.