Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

As Projeções Cartográficas: resumo de geografia

As Projeções Cartográficas: um resumo

O termo “projeções cartográficas” se refere às formas de representação da superfície da Terra que possibilitam a elaboração de mapas.

O assunto é amplamente abordado por diversas questões de geografia, principalmente na prova do ENEM e nos vestibulares.

As Projeções Cartográficas: Introdução 

Projeções cartográficas são formas de representação da superfície terrestre em determinado tipo de plano. As projeções são as responsáveis pela elaboração de mapas, uma vez que esse também irá realizar uma representação da Terra.

As projeções podem ser elaboradas de diversas formas e seguindo diversos modelos. Cada tipo de representação busca  focar em um determinado aspecto da Terra. Ainda, é válido destacar que as projeções cartográficas não são 100% fiéis à realidade, uma vez que essas representações nunca estão livres de deformações e distorções. 

As Projeções Cartográficas: Tipos

Existem três tipos de projeções cartográficas. O primeiro tipo é denominado de “projeção cilíndrica” e recebe esse nome pois representa a superfície terrestre em um plano que, por sua vez, se baseia na forma de um cilindro.  Esse tipo de projeção, utilizado para a elaboração de mapas-múndi, possui deformações que, por sua vez, crescem na medida em que se aproximam dos polos.

O segundo tipo de projeção cartográfica é denominado de “projeção plana”. Essa projeção, que pode ser também denominada de “azimutal”, elabora uma representação da superfície da Terra com base em um plano tangente. A projeção plana é utilizada na retratação das regiões polares do globo. 

Por fim, o terceiro tipo é denominado de “projeção cônica” e é elaborado a partir do envolvimento da superfície terrestre por um globo. Essa projeção é muito usada na representação das regiões continentais da Terra, denominadas de “regiões de latitudes intermediárias”.

As Projeções Cartográficas: Cartógrafos

Além dos três tipos de projeções cartográficas supracitados, os vestibulares e o ENEM abordam também três projeções que foram elaboradas por grandes geógrafos e que possuem extrema importância até os dias de hoje. Vamos descobrir, a seguir, quais são elas.

As Projeções Cartográficas: Projeção de Mercator

A projeção recebe esse nome em homenagem ao seu criador: Gerhard Mercator.

A projeção cartográfica de Mercator é uma das mais utilizadas em todo o mundo e aparece em grande quantidade nos livros didáticos. A representação é denominada de “conformal”, uma vez que mantém os formatos reais dos continentes, deformando as áreas. 

As Projeções Cartográficas: Projeção de Peters

Essa projeção foi aperfeiçoada por Arno Peters e, embora não tenha sido criada por esse estudioso, recebe o seu nome.

A projeção cartográfica em questão é do tipo cilíndrica e é classificada como “equivalente”, uma vez que deforma as formas dos continentes, preservando as áreas. 

As Projeções Cartográficas: Projeção de Robinson

A projeção foi criada por Arthur H. Robinson e é classificada como cilíndrica. O modelo criado por Robinson é extremamente conhecido, uma vez que é utilizado para a representação do mapa-múndi até os dias de hoje. 

Essa projeção cartográfica é classificada como afilática, já que deforma as formas e as áreas dos continentes do globo terrestre.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.