Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Arte Românica: um resumo

Arte Românica: aquilo que você precisa saber

O termo “arte românica” se refere à um estilo artístico que vigorou durante a primeira fase da Idade Média, conhecida como Alta Idade Média.

O assunto é cobrado com frequência nas principais provas do país, como aquela do ENEM e a dos vestibulares.

Arte Românica: Introdução

Entre os séculos XI e XIII, período conhecido como Alta Idade Média, um estilo  artístico ganhou destaque: a arte românica. O termo “românico” é utilizado em referência às influências que o Império Romano exercia na sociedade daquela época.

Apesar de ter influenciado também a pintura e a escultura da época, a arte românica teve maior impacto na arquitetura, através da construção de diversas igrejas na Europa. 

Arte Românica: Arquitetura

Dentre as principais características da arte românica na arquitetura medieval, podemos citar: a horizontalidade, o uso de abóbodas, as paredes grossas, o uso de poucos adornos e aberturas, a construção do interior em formato de cruz e o uso de pedras nas construções. Devemos destacar que, durante esse período, ocorreu a construção de muitas igrejas, mosteiros e conventos, devido à consolidação do poder da igreja católica no continente europeu.

As estruturas mais horizontais do estilo românico faziam com que as construções não fossem tão altas. Já as abóbodas, por sua vez, poderiam ser realizadas em estilo de berço, uma estrutura de semicírculo, ou em estilo de arestas, com o apoio de pilares para fortalecer a estrutura. 

Devemos destacar que as estruturas da época foram denominadas de “casas de Deus”, em uma referência à grandiosidade e à solidez das construções.

Arte Românica: Pintura

De maneira geral, as pinturas da arte românica eram utilizadas para decorar as catedrais, principalmente através da retratação de temas bíblicos nas obras. Em relação às técnicas, os artistas românicos utilizavam o afresco para realizar as pinturas, com cores fortes e vivas. Dentre as principais características do período, podemos citar a deformação e o colorismo.

As pinturas eram usadas como forma de alfabetização religiosa, uma vez que, durante a Alta Idade Média, saber ler e escrever era algo destinado apenas à uma pequena parcela da sociedade e nem todos os fiéis tinham acesso aos conhecimentos bíblicos.

Arte Românica: Escultura

Com o mesmo objetivo que as pinturas, as esculturas também eram utilizadas para adornar os locais sagrados e religiosos. Portanto, a maioria das obras apresentavam características anti-naturalistas, com imagens entalhadas e relevos em fachadas. Porém, devemos destacar que, durante a última fase da arte românica, os artistas passaram a fazer uso de um estilo  mais realista em suas obras.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.