Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Dicas para uma aposentadoria inteligente: como fazer para não sofrer com problemas financeiros nessa fase da vida

Planejar sua aposentadoria inteligente é algo que você não deve esperar, pois quanto mais você economizar, melhor. Por isso é importante conhecer diferentes estratégias para fazê-lo. Entenda como se organizar e não ter problemas com as finanças nessa fase da vida.

A aposentadoria inteligente

Os gastos do governo federal com planos de aposentadoria aumentam a cada ano. Não é à toa que as projeções mostram aumentos significativos. As despesas projetadas com pagamentos da Previdência Social não são animadoras, o que quer dizer que, quem pode, deve pensar na aposentadoria inteligente.

Mas, o que seria isso? Aposentadoria inteligente é a preparação prévia para essa fase da vida. É seguir, o quanto antes, as devidas orientações para determinar o direcionamento das finanças rumo a uma aposentadoria saudável. Contudo, para que isso ocorra, é importante avaliar a situação financeira atual nestas quatro áreas:

  • Pontuação de crédito;
  • Dívida x rendimentos;
  • Patrimônio líquido;
  • Economia para emergências.
É verdade que ao longo da vida você terá que enfrentar outros projetos do ponto de vista financeiro, mas também é verdade que a aposentadoria inteligente virá
É verdade que ao longo da vida você terá que enfrentar outros projetos do ponto de vista financeiro, mas também é verdade que a aposentadoria inteligente virá – Foto: Canva Pro

Você pode cuidar de sua situação financeira usando técnicas de:

  • Elaboração de orçamentos claros;
  • Evitando despesas desnecessárias;
  • Reduzindo sua dívida;
  • Fortalecendo sua educação financeira.

Isso o colocará em posição de economizar para a aposentadoria inteligente. Assim, quando estiver pronto, basta seguir algumas estratégias para começar o processo:

Comece a economizar cedo

É um conselho de bom senso: o esforço para economizar uma determinada quantia é muito mais suportável de se conseguir em um horizonte de três ou quatro décadas. Imagine ter que fazer isso em um período de apenas dez anos?

Além do mais, ter uma ampla margem de tempo permite que você enfrente imprevistos. Sem contar que é possível se beneficiar dos bons resultados dos mercados acionários, nos quais você só deve investir se o tiver, em tempo.

Apesar disso, os mais novos não economizam para a aposentadoria, época ideal para iniciar a vida profissional. A desculpa? Eles veem essa fase como algo temporariamente muito remoto, como algo que não os acompanha.

É verdade que ao longo da vida você terá que enfrentar outros projetos do ponto de vista financeiro, mas também é verdade que a aposentadoria inteligente virá. Portanto, não será agradável enfrentar uma situação de recursos escassos em uma fase tão vulnerável.

Guarde recursos regularmente

Temos a tendência de pensar que economizar pequenas quantias não é eficiente. Assim, postergamos a economia para momentos em que podemos fazer contribuições que consideramos relevantes.

Isso é um erro, pois em um processo de poupança de longo prazo, a constância é mais importante do que a quantidade de contribuições. Os efeitos do investimento em um período de três ou quatro décadas são surpreendentes, mesmo com pequenas quantias.

Melhor um pouco regularmente do que muito inconstante. Além disso, ao fazer contribuições periódicas, o risco de valorização do ativo é diluído na hora da compra, o que não acontece nas contribuições esporádicas, onde um valor superior é confiado a um preço de compra que pode ser favorável … ou não.

Combine suas economias com sua renda para a aposentadoria inteligente

A evolução salarial dos trabalhadores costuma ser positiva, e o esforço de poupança deve ser proporcional. Aproveite os pagamentos extras, aumentos salariais e outras receitas extraordinárias para reforçar suas economias. Muitos especialistas aconselham que a poupança para a aposentadoria inteligente deve representar entre 7% e 10% da renda recorrente.

Antecipe as despesas que você terá

Estar aposentado costuma ser sinônimo de mais tempo disponível para desfrutar de atividades de lazer. De igual modo, tenha em conta as despesas desta área, bem como as despesas habituais com vestuário, alimentação, etc.

E não se esqueça que uma elevada porcentagem de aposentados tem que assumir despesas com acompanhantes e empregados para o desempenho das tarefas cotidianas. Mas, em contrapartida, também é verdade que, a partir dos 65 anos, os descontos são aplicados em muitas atividades de lazer e gastos como remédios ou transporte público.

Se você pensa que, na hora de se aposentar, ainda não terá quitado o imóvel ou, se tiver filhos, ainda terá que ajudá-los financeiramente, conte com isso. Quantifique essas necessidades e calcule o tempo que será preciso para não ter mais esses compromissos.

Deixe-se aconselhar por especialistas

Para escolher o plano de poupança que melhor se adapte às suas necessidades, deixe-se aconselhar por especialistas. Profissionais do ramo o ajudarão a gerir as suas finanças. Eles podem auxiliar sugerindo o produto que mais se aproxima de seus objetivos financeiros.

Afinal, nem todos buscam o mesmo objetivo, nem têm o mesmo tratamento tributário. Assim, certamente, com ajuda, você encontrará a fórmula que melhor se adequa à sua realidade. Ouça o conselho!

Aposentadoria inteligente é a preparação prévia para essa fase da vida
Aposentadoria inteligente é a preparação prévia para essa fase da vida – Foto: Canva Pro

Aposentadoria inteligente com renda fixa ou variável

Quanto mais jovem você for, mais risco poderá assumir em seu investimento. Portanto, pode ser mais aconselhável investir no início em ações, porque talvez obtenha maiores benefícios, embora seu capital corra mais riscos.

À medida que você se aproxima da idade da aposentadoria esperada, poderá investir em um produto de renda mista (fixa e variável). Alguns anos após a aposentadoria, é melhor apostar na renda fixa e garantir o dinheiro. Você obterá menos benefícios, mas correrá menos riscos.

Em qualquer caso, é sempre aconselhável destinar parte da sua poupança a um produto com rentabilidade garantida. Assim, o seguro poupança de longo prazo é o instrumento ideal.

Adapte seu perfil de investimento ao longo do tempo

Errar no perfil de investimento adotado pode ser fatal. Dessa forma, está passível de ocasionar perdas em momentos em que não há margem para recuperá-las. Ou, pelo contrário, incorrer em um custo de oportunidade em termos de rentabilidade que dificulta o cumprimento de objetivos.

Assume-se os riscos no início, com um amplo horizonte de tempo até a aposentadoria, buscando alta rentabilidade. Pois, à medida que a aposentadoria inteligente se aproxima, a assunção de riscos deve ser moderada e os critérios de preservação de capital devem começar a ser incorporados. Assim, de forma alguma, coloca-se o esforço de uma vida inteira em cheque com decisões inadequadas que nos afastam do descanso merecido com que sonhamos.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.