Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Ações do Inter em queda de 11%: entenda quais são os motivos

A queda chamou a atenção por ter ocorrido em um só dia

O Banco Inter está crescendo ao longo do tempo, expandindo os produtos oferecidos, obtendo novos clientes. Contudo, uma queda nas ações do Inter chamou a atenção do mercado nesta semana. Mas, é preciso se preocupar? O que está acontecendo? Assim, saiba mais detalhes na matéria desta segunda (04) do Notícias Concursos.

Queda de ações do Inter alcançou 11% em apenas um dia

Segundo as análises dos renomados especialistas financeiros da revista Forbes, a instituição se tornará a segunda maior instituição bancária do Brasil em 2021. Assim, perderá apenas para Nubank, que lidera a lista por três anos consecutivos. Talvez por isso a queda nas ações do Inter tenha sido tão alarmante.

Com uma ampla variedade de produtos e serviços, como os dos outros bancos tradicionais, a instituição conquistou popularidade e credibilidade entre consumidores de todo o país. Ademais, a isso inclui aqueles que costumavam ser cautelosos com as contas digitais.

Na última terça-feira (28), a cotação das ações do Inter no Ibovespa despencou, mesmo no momento de crescimento dos negócios. As unidades do BIDI11 abriram e caíram 8,79% a partir das 11h25 da manhã, sendo negociadas a 53,54 reais. Por outro lado, a ação do BIDI4 apresentou queda de 8,17% no mesmo período, com o valor de 17,98 reais por ação.

No fechamento do mercado, a unidade BIDI11 fechou com forte queda em 11,82% e passou a ser negociada a 51,77 reais por ação. Para as ações preferenciais BIDI4, a queda alcançou 11,65% e o custo por ação foi de 17,69 reais.

Qual a razão da forte queda do preço das ações do Banco Inter?

O preço das ações dos bancos digitais caiu acompanhando o mercado internacional. Assim, a Bolsa de Valores de Nova York sofreu forte impacto negativo por um dia. Mas não só isso. Devido à possível fusão da Inter e Stone, esta instituição financeira passou por uma temida crise interna.

ações do Inter
Ações do Inter em queda de 11%: entenda quais são os motivos – Foto: Canva Pro

StoneCo adquiriu recentemente uma participação minoritária no Banco Inter, com as partes negociando uma fusão porque a relação atual entre elas é apenas comercial. No entanto, o fato da Stone ter enfrentado a perda de crédito de 400 milhões de reais após as operações de crédito ter causado problemas no sistema, deixou o mercado para trás.

Outro fator que contribuiu para essa queda nas ações é a recente realização de resultados da instituição. Sem contar que há também o fato de que as empresas fintech que estão crescendo ainda contam com financiamento para aumentar o caixa. A instituição foi acusada de aumentar a reserva de inadimplência no terceiro trimestre do balanço de 2021, contudo negou no comunicado oficial.

Existem riscos para os usuários?

Os clientes não precisam se preocupar com as ações do Inter. Para quem coloca dinheiro em contas digitais, o banco continuará operando sem nenhum risco. O Fundo Garantidor de Créditos (FGC) oferece garantias para os seguintes investimentos: CDB, poupança, LCI, bem como LCA.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.