Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

A Criação da Igreja Anglicana: um resumo

A Criação da Igreja Anglicana: tudo aquilo que você precisa saber

A Igreja Anglicana foi criada pelo rei inglês Henrique VIII, da dinastia Tudor. O Anglicanismo consolidou o rompimento das relações entre a Igreja Católica e a Inglaterra.

A processo de criação da Igreja Anglicana é muito cobrado pelas principais provas do país, principalmente em questões que o relacionam às demais Reformas Religiosas.

A Criação da Igreja Anglicana: Introdução

A Igreja Anglicana surgiu a partir das Reformas Protestantes, processo de oposição à Igreja Católica e que esteve presente em diversos países da Europa. As Reformas se iniciaram no ano de 1517, com a fundação do Luteranismo por Martinho Lutero.

Na Inglaterra, ao contrário do que ocorreu em outros países, a oposição as práticas católicas partiram do próprio rei: Henrique VIII, da Dinastia Tudor.

A Criação da Igreja Anglicana: Contexto Histórico

Henrique VIII decidiu se separar da Igreja Católica após ter um pedido de divórcio negado pelo papa Clemente VI. Com a recusa em aceitar o divórcio de Henrique VIII e Catarina de Aragão, a separação oficial da Igreja e do Estado foi declarada no ano de 1533, em um tribunal nacional.

Em 1534, o rei foi excomungado pelo Papa. É válido destaca que, além da questão do divórcio, problemas políticos e tensões entre a Inglaterra e a Igreja Católica ocorriam desde a Guerra dos Cem Anos.

Ainda, no mesmo contexto, diversos nobres ingleses passaram a criticar uma série de práticas da Igreja. Isso porque, os clérigos católicos mantinham comportamentos luxuosos na Inglaterra, enquanto o país passava por uma forte crise econômica.

Todos esses fatores, somados às críticas doutrinárias das práticas religiosas de outros movimentos dentro das Reformas Protestantes, levaram o reinado do rei Tudor a romper com a Igreja Católica. Com o rompimento, Henrique VIII foi declarado chefe supremo da Igreja da Inglaterra através do Ato de Supremacia.

A Criação da Igreja Anglicana: Características

Assim, a Igreja Anglicana foi criada. Nela, o rei teria o poder de nomear para os cargos eclesiásticos e decidir o que seria feito de diversos assuntos religiosos no país. A estrutura eclesiástica católica foi mantida e a doutrina teológica adotada foi aquela estabelecida por João Calvino. Além disso, houve o confisco dos bens da Igreja Católica e a venda das terras que estavam em sua posse para nobres, comerciantes e fazendeiros.

Alguns historiadores afirmam que a Igreja Anglicana teria sido consolidada apenas no reinado de Elizabeth I, filha de Henrique VIII, no ano de 1558. Maria Tudor, sua irmã, tentaria posteriormente restaurar o catolicismo, mas sem sucesso.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.