Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

9 dicas para ir bem em uma entrevista online 

Com a pandemia do novo coronavírus, as empresas passaram a realizar entrevistas online por meio de aplicativos e ferramentas de videoconferência. 

Desse modo, falar remotamente foi algo que se tornou comum para os candidatos. Por isso, essas soluções precisam ser assimiladas à rotina de quem procura emprego.

De acordo com Aliesh Costa, especialista em carreiras e recursos humanos, CEO da Carpediem RH, os candidatos precisam ter consciência de que o processo seletivo remoto precisa dos mesmos cuidados de entrevistas presenciais.

Para conseguir superar dificuldades que possam surgir em um processo seletivo remoto, a especialista revela que a primeira providência deverá ser a escolha de um local apropriado, com iluminação adequada e privacidade.

“Crianças chorando, o cachorro latindo, a mãe chamando ou pessoas conversando alto, assim como qualquer barulho que cause ruídos durante a entrevista, devem ser evitados”, alerta Aliesh.

Além disso, se o postulante optar por realizar a entrevista pelo smartphone, é importante que o celular esteja sobre um apoio fixo com o enquadramento da imagem perfeito.

“O ideal é focalizar o rosto, com a imagem da região peitoral para cima”, indica Aliesh.

Aliesh conta que, durante a pandemia, já houve relatos de entrevistas onde o candidato estava de bruços, deitado na cama, com pessoas transitando ou fazendo outras coisas no fundo da imagem. 

“Houve também gente que caminhava na rua, no momento da videoconferência”, conta. “Essas atitudes não são bem vistas e têm um impacto negativo, o que torna, quase sempre, inviável a continuidade do indivíduo na entrevista, já que impossibilitam a concentração do entrevistado e do selecionador”, explica a CEO.

A especialista elencou 9 dicas importantes para quem está participando de entrevistas de emprego online, veja! 

Teste seus equipamentos

Testar os materiais que serão utilizados durante a entrevista é fundamental, afinal, caso o microfone ou câmera parem de funcionar, poderá ser prejudicial à sua candidatura. 

“O melhor é fazer alguns testes prévios para ter certeza de que os alto-falantes e o microfone irão transmitir o som com qualidade”, explica a especialista. “E o mesmo vale para a câmera, que deve estar com o melhor enquadramento possível”, completa. 

Silencie o ambiente e fique atento ao plano de fundo

O local precisa ser escolhido com atenção. Qualquer som ou ruído de fundo deve ser bloqueado, ou seja, eles podem influenciar diretamente na qualidade do som da sua fala. 

“Uma boa dica é não ficar perto de janelas, se a sua rua for movimentada”, aconselha Aliesh. “Tenha em mente que o cenário ideal é uma sala silenciosa”, diz a especialista. “Já o plano de fundo deve ser o mais neutro possível, como uma parede, por exemplo”, explica a CEO.

Peça a colaboração de todos da casa

É importante pedir a colaboração de todos os familiares sobre o momento do processo seletivo online, para que não tenha interferências.

“Se todos souberem o horário em que acontecerá a videoconferência, você evitará surpresas e todos poderão colaborar, fazendo silêncio”, explica Aliesh.

Fale de modo correto

Durante videochamadas com familiares e amigos, é comum usar abreviações e gírias. 

“Lembre-se, porém, que a entrevista é um evento formal e, como tal, é preciso buscar a clareza e correção no modo de falar”, afirma a especialista.

Cuide do visual

Use um vestuário de acordo com a cultura da empresa, podendo ser algo mais casual ou formal. 

“O importante é que o candidato esteja vestido de acordo com o estilo da empresa onde ele almeja trabalhar e ao mesmo tempo se sinta confortável. Não é porque a pessoa está do outro lado da tela que não há necessidade de preocupação com o traje”, diz Aliesh. “Asseio e cuidados pessoais são imprescindíveis para causar uma boa impressão”, conclui.

Seja pontual

Em um processo seletivo presencial, é legal chegar com pelo menos 10 minutos de antecedência. Essa estratégia também se aplica a entrevistas em vídeo, conforme a especialista. 

“Esteja sentado na frente do computador alguns minutos antes do horário marcado”, recomenda Aliesh. 

“Isso é importante porque você poderá demorar um pouco para conseguir acessar o software utilizado ou ter problemas com senhas; então, vale se antecipar para resolver esses desafios com antecedência”, observa ela. 

“Na hora da entrevista, os imprevistos vão gerar uma tensão desnecessária”, pondera a CEO da Carpediem RH. 

“O atraso ocasionado por problemas de conexão também tende a ser menos compreensível nos dias de hoje”, acrescenta ela.

Preste atenção à linguagem corporal

Gestos e expressões podem deixar claro sobre quem você é, como pessoa e como possível colaborador de uma organização. 

“Você pode apresentar uma imagem positiva, certificando-se de que mantém uma postura ereta na sua cadeira, por exemplo”, explica Aliesh. 

“Apoiar os dois pés no chão e evitar ficar curvado também é interessante”, completa. Outra boa dica, segundo a especialista, é manter as mãos no colo para evitar gestos que possam distrair o entrevistador. “Além disso, o ideal é manter o foco na câmera sempre que possível, especialmente quando você estiver falando”, afirma.

“Isso vai dar ao recrutador a sensação de que você não é uma pessoa dispersa e que está bastante envolvido na entrevista”, diz Aliesh.

Atenção ao estado emocional

Para que a ansiedade não tome conta, é importante realizar um exercício de respiração antes da entrevista. 

Como dica, Aliesh recomenda a técnica a seguir: “primeiro, deve-se inspirar o ar em três segundos. Em seguida, é preciso prender o ar também enquanto se conta até três. Feito isso, por fim, basta expirar todo o ar em seis segundos. É recomendado que a pessoa repita estas etapas por no mínimo cinco vezes, para conseguir o efeito calmante”. 

“Este simples exercício ajuda na manutenção do foco e da concentração, além de contribuir para o equilíbrio emocional”, explica a especialista.

Conheça a empresa

É fundamental que o candidato estude a instituição, suas áreas de atuação, produtos, serviços e realizações. 

A pesquisa trará maior segurança durante a entrevista e irá corroborar para um desempenho mais assertivo e alinhado com as demandas da empresa. 

“E, consequentemente, fazendo isso, as chances de sucesso serão maiores”, indica a CEO.

E então, gostou da matéria? Não deixe de ler também – Auxílio Emergencial representa um dos maiores investimentos no combate à pandemia da Covid-19

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.