Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.4/5 - (5 votes)

Cartão do Auxílio Brasil pode ser usado para movimentar vale-gás de R$ 120

Segundo o Ministério da Cidadania, cidadão pode usar o novo cartão do Auxílio Brasil para movimentar o vale-gás nacional

Os mais de 6 milhões de usuários que já receberam o cartão do novo Auxílio Brasil podem usar o dispositivo normalmente para movimentar o dinheiro do vale-gás nacional. A regra de movimentação também é válida para os pagamentos turbinados do benefício que começam já no próximo mês de agosto. As normas de movimentação seguem as mesmas.

Segundo informações do Ministério da Cidadania, pouco mais de 6,6 milhões de novos cartões do Auxílio Brasil estão sendo entregues para usuários desde o final do último mês de junho. Inicialmente, o plano é entregar os novos dispositivos apenas para os cidadãos que entraram na folha de pagamentos do programa desde janeiro deste ano.

Na última semana, o Congresso Nacional promulgou a chamada PEC dos Benefícios. Trata-se do texto que aplica uma série de alterações na estrutura dos projetos do Governo Federal. Entre as alterações, está o aumento no valor do pagamento do vale-gás nacional, que deve sair de R$ 53 para R$ 120 já a partir do próximo mês de agosto deste ano.

A alteração no valor do vale-gás nacional não atinge as regras de movimentação do benefício. Desse modo, o cidadão que faz parte do Auxílio Brasil pode usar os mesmos métodos para movimentar a quantia do projeto. O Ministério da Cidadania explica que os repasses acontecem sempre na mesma conta e na mesma data para os dois programas.

Quem não tem o cartão do novo Auxílio Brasil, pode seguir movimentando o dinheiro do vale-gás nacional através do dispositivo do antigo Bolsa Família, que ainda não perdeu a validade. Se o indivíduo não tem nenhum dos dois cartões, pode realizar a movimentação através do app do Caixa Tem, que está disponível gratuitamente para download.

Polêmica com os cartões

As entregas dos cartões do Auxílio Brasil acontecem cercadas por polêmicas. Parte da oposição ao presidente Jair Bolsonaro afirma que o Governo Federal está mudando os dispositivos apenas para ajudar a acabar com a marca do Bolsa Família.

Até a publicação deste artigo, ao menos dois grupos de parlamentares já enviaram pedidos oficiais para a suspensão da fabricação dos dispositivos. As documentações estão na Controladoria Geral da União (CGU).

O Governo Federal nega que a entrega dos novos cartões do Auxílio Brasil tenha qualquer relação com interesses eleitorais do presidente Jair Bolsonaro. Eles afirmam que as entregas são feitas visando uma maior segurança dos beneficiários.

O vale-gás nacional

O Governo Federal iniciou os pagamentos do seu vale-gás nacional ainda no final de 2021. Na ocasião, apenas pouco mais de 10 mil pessoas que moravam em estados fortemente atingidos pelas chuvas puderam pegar o benefício.

O cenário começou a mudar desde janeiro deste ano, quando mais de 5 milhões de usuários foram inseridos de uma só vez. O número de beneficiários é notadamente menor do que o registrado no Auxílio Brasil, que atende cerca de 18 milhões de brasileiros.

Para ter direito ao vale-gás nacional é necessário ter um cadastro ativo no Cadúnico, ou ao menos no Benefício de Prestação Continuada (BPC) do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Além disso, é preciso ter uma renda per capita de até meio salário mínimo.

4.4/5 - (5 votes)
1 comentário
  1. Silvana meira de Souza Diz

    Se for vdd vai ajudar muito esse vale gás

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.