Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Unicef aponta que 1 em cada 3 alunos tem problemas de conexão à internet em aulas on-line

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) divulgou estimativa nesta quarta-feira (30) que revela que 1 em cada 3 alunos enfrenta problemas de conexão à internet ao tentar acompanhar aulas on-line.

A estimativa foi feita a partir do estudo “Impactos primários e secundários da Covid-19 em crianças e adolescentes”. Iniciada em 2020, a pesquisa já está na sua 3ª etapa e ouviu 1.516 famílias sobre assuntos como educação, renda, alimentação e saúde mental em maio de 2021.

35% dos alunos sofrem com a falta ou com a baixa qualidade da internet

Entre os alunos matriculados em escolas que oferecem aulas on-line, 35% relatam sofrer com a falta de acesso à internet ou baixa qualidade de sinal. Desse modo, um número expressivo de alunos têm problemas de conexão durante aulas on-line.

Enquanto 31% dos alunos afirmam não ter equipamentos eletrônicos adequados, outros 24% deixam de fazer as atividades da escola para ajudar em casa com as tarefas domésticas.

O levantamento mostra ainda que em famílias cuja renda é menor é comum que o estudante disponha apenas de um celular para assistir as aulas on-line. A maioria (65%) dos alunos de famílias que ganham até um salário mínimo não possuem computador, notebook ou tablet para auxiliar nos estudos. O mesmo problema foi registrado por 48% dos alunos que se autodeclaram pretos ou pardos.

De acordo com o Unicef, o meio mais usado pelos estudantes para acessar o ensino remoto é o aplicativo WhatsApp. Os resultados apontam que 71% dos alunos que fazem atividades não presenciais usam o aplicativo. 

Outro meio de acompanhar o ensino remoto muito usado pelos alunos são os materiais impressos distribuídos pelas escolas (69%). Além disso, 55% acompanham as aulas em plataformas como Google Sala de Aula, 28% usam o YouTube, e 14% acompanham as aulas pela televisão.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia também Inep abre hoje o período de inscrição do Enem 2021.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.