Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Tipos de texto: definição, tipos e características

Os tipos de texto, também chamados de tipologias textuais, são classificações dos textos de acordo com a sua forma, estrutura padrão e demais características, como regras gramaticais, por exemplo. Desse modo, a tipologia de um texto é definida conforme o seu objetivo, estrutura e finalidade.

Assim, o que distingue os diferentes tipos de texto é um conjunto de características. Entre elas figuram os tempos verbais, a linguagem, a construção das frases, a escolha das palavras e o modo de interação com o leitor. No entanto, os textos podem apresentar características de mais de uma tipologia textual.

Quais são os tipos de texto?

Os textos podem ser classificados em cinco tipos: texto narrativo, texto descritivo, texto dissertativo, texto expositivo e texto injuntivo. Saiba mais sobre os cinco tipos abaixo!

Texto narrativo

O texto do tipo narrativo traz de forma bem marcada um enredo ou história. Desse modo, é possível identificar personagens (aqueles que vivem a história), tempo e espaço. O enredo pode ser linear ou não e o narrador pode fazer parte da história ou apenas ser um observador dela.

Os textos narrativos geralmente são estruturados em introdução, desenvolvimento, clímax e desfecho. O clímax é a parte alta do texto, de maior tensão na história e traz algo que define o desfecho da narrativa. É comum que textos narrativos apresentem características do tipo descritivo. São exemplos as fábulas, os contos, os romances e as novelas, etc.

Texto descritivo

Esse tipo de texto costuma apresentar o uso abundante de adjetivos, metáforas e comparações uma vez que expõe em detalhes um acontecimento, descreve lugares, pessoas, objetos etc. O objetivo principal do texto é relatar algo de maneira detalhada para que o leitor possa “visualizar” o que está sendo descrito, criar uma imagem. A estrutura do texto descritivo apresenta introdução, desenvolvimento e conclusão. Folhetos turísticos, descrição de personagens e relatos de viagem são ótimos exemplos de textos do tipo descritivo.

Texto dissertativo

Também estruturado em introdução, desenvolvimento e conclusão, esse tipo de texto pode ser argumentativo ou expositivo.

O disssetativo-argumentativo se caracteriza por discorrer sobre um tema a partir de um ponto de vista e com a apresentação de argumentos. Já o dissertavivo-expositivo apenas expõe o tema por meio de dados, fatos, informações, conceitos, sem argumentação. São textos dissertativos, por exemplo, ensaios, editoriais, artigos, etc.

Texto expositivo

O objetivo do texto do tipo expositivo é de introduzir ou apresentar um tema a partir de conceitos, definições, descrições e comparações. Desse modo, o texto para apresentar informação sobre um tema de diversas formas, com o objetivo de expor conhecimentos, ideias e pontos de vista sobre algo, sem a intenção de convencer o leitor.

Assim, a ideia é explanar, discutir e explicar um dado assunto. São exemplos os seminários, as enciclopédias, palestras, os verbetes, etc.

Texto injuntivo

Por fim, apresentamos o texto injuntivo, que se caracteriza por apresentar a explicação de um método com o objetivo de concretizar uma ação. A linguagem do texto injuntivo é muito clara e instrutiva. A função desse texto é detalhar, apresentar um passo a passo para guiar o leitor. 

Portanto, é comum o uso de verbos no imperativo com o objetivo de ordenar uma ação. Sua estrutura costuma apresentar tópicos e frases mais curtas. Além disso, não há marca de pessoalidade. Bulas de remédio, guias, manuais de instrução e de uso, e receitas de comida são textos do tipo injuntivo.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia O que fazer se “der um branco” na prova? Veja três dicas.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.