Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

TABELA do INSS: valores entre R$1.087,85 e R$6.351,20 em 2021; Saiba quanto receber

O Governo Federal, por meio do Ministério da Economia, confirmou a estimativa do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) de 2020, saindo dos atuais 2,35% e passando para 4,10%. O indicador é importante, uma vez que o resultado é utilizado para reajuste no salário mínimo e as aposentadorias do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Sendo assim, caso o índice se confirme, o piso salarial passaria de R$ 1.045 para R$ 1.087,85 em 2021. Ou seja, um aumento de R$42,85.

Dessa forma, com a alta de 4,1%, o teto do INSS poderá passar de R$ 6.101,06, neste ano, para R$ 6.351,20, a partir de 2021.

teto do INSS serve para pessoas que recebem salários mensais muito acima do piso nacional. Ao se aposentar, elas acabariam ganhando grandes quantias. O governo, dessa forma, não conseguiria pagar mensalmente o mesmo valor tendo como base o que elas ganhavam enquanto estavam exercendo sua profissão.

Por esse motivo, o teto da aposentadoria se faz necessário. O teto serve como um limitador de gastos da previdência e mantém o equilíbrio das contas do sistema previdenciário brasileiro.

Tabela de pagamentos do INSS

Veja a seguir a projeção de como ficarão os benefícios do INSS com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) a 4,10%.

Hoje Novos valores
R$1.045 R$1.087,85
R$1.200 R$1.249,20
R$1.400 R$1.457,40
R$1.600 R$1.665,60
R$1.800 R$1.873,80
R$2.000 R$2.082
R$2.200 R$2.290,20
R$2.400 R$2.498,40
R$2.600 R$2.706,60
R$2.800 R$2.914,80
R$3.000 R$3.123
R$3.200 R$3.301,20
R$3.400 R$3.539,40
R$3.600 R$3.747,60
R$3.800 R$3.955,80
R$4.000 R$4.164
R$4.200 R$4.372
R$4.400 R$4.580,40
R$4.600 R$4.788,60
R$4.800 R$4.996,80
R$5.000 R$5.205
R$5.200 R$5.413,20
R$5.400 R$5.621,40
R$5.600 R$5.829,60
R$5.800 R$6.037,80
R$6.000 R$6.246
R$6.101,06 R$6.351,20

Saiba como aumentar o valor da aposentadoria até o Teto pago pelo INSS para 2021

Atualmente, compete ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), a operacionalização do reconhecimento dos direitos dos segurados do Regime Geral de Previdência Social – RGPS que abrange a mais de 50 milhões de segurados e aproximadamente 35 milhões de beneficiários.

No artigo 201 da Constituição Federal Brasileira observa-se a organização do RGPS, que tem caráter contributivo e de filiação obrigatória, e onde se enquadra toda a atuação do INSS, respeitadas as políticas e estratégias governamentais oriundas dos órgãos hierarquicamente superiores, como os ministérios. A entidade é vinculada atualmente ao Ministério da Economia.

O órgão foi criado em 27 de junho de 1990, por meio do Decreto n° 99.350, a partir da fusão do Instituto de Administração Financeira da Previdência e Assistência Social – IAPAS com o Instituto Nacional de Previdência Social – INPS, como autarquia vinculada ao Ministério da Previdência e Assistência Social – MPAS.

As informações constantes do banco de dados do INSS valem para comprovar filiação à Previdência Social, tempo de contribuição e salário de contribuição. O órgão conta com 13 revisões disponíveis para aumentar o valor do benefício. São diferentes situações podem justificar um pedido de revisão no valor do benefício que é pago pelo Instituto.

Veja também: Abono emergencial de R$1.045 pode ser liberado no INSS

9 Comentários
  1. Romilda Jesus dos Santos Diz

    Absurdo de salário mínimo para aposentado .

    Por que eles não pega este salário,paga um aluguel de 400,00 reais que não existe.
    E uma compra de mercado, remédios.
    E as pessoas não se veste não paga conta de luz água gás.
    Ninguém merece 😢😢😢😢

  2. Livia Alves de oliveira Diz

    Livia surda verdade ❤ triste $

  3. Edvaldo Nunes Diz

    O mesmo teto deveria ser observado à cargos políticos e servidores principalmente do judiciário e não só isso, os demais benefícios agregados ao salário também cortados. Em um país com tamanha cobrança de impostos em que governos federal, estadual e municipais ainda precisam fazer mágica para controlar o orçamento, e que no final a conta acaba sempre lançada sobre os trabalhadores ativos e aposentados, já passou da hora de mudar tudo e começar novamente do zero. Isso na verdade é uma “demoniocracia”.

  4. Cristiane souza Diz

    Tenho 6 filhos dos 6 um de memor viuva nao casada em papel mas 24 anos de junta com pai dos meus filhos hoje morto em uma tentativa de salto ate hoje lutando por meu benefício que ta difícil a quase um ano em analise na 1 estancia passando por divesos tipos de humilhação tendo o inss negado meu direito hoje lutando com o que posso pra criar meus filhos sem emprego a unica renda eo bolca família que o presidente acha muito 300 reais mas gente 100 reais e quase um kilo de carme faz a conta pra um mes interio um absurdo so quero meu direito da minha pencao pra poda da aos meus filhos o que lhes foi negado esse tempo todo eu creio no deus que tudo pode amém

  5. Miralva Jesus da Silva Diz

    Olá tudo bom dia

  6. Dilma Borges de Souza de Oliveira Diz

    Aposentadoria por idade entra fator. Previdência, tendo preengido as regras de 15 anos de contribuição e sessenta anos de idade?

  7. Vicente Marcelino de oliveira Diz

    Libera décimo quarto e não libera 6 e a 7 parcelas do Seguro desemprego.

  8. Franciele junqueira da Silva Diz

    Pagar dívidas

    1. Carlos Roberto Rangel de Moraes Diz

      O governo federal nada ajudou os aposentados e pensionista, o que fez foi adiantar o que já era nosso de direito, o décimo terceiro, pura covardia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.