Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

SP: Creches da rede municipal poderão receber 100% das crianças para aulas presenciais em setembro

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), informou na manhã deste domingo, dia 29 de agosto, que as creches da rede municipal poderão receber 100% das crianças matriculadas para as aulas presenciais a partir do dia 8 de setembro. Desse modo, crianças de 0 a 3 anos poderão ser recebidas nas unidades. A autorização se estende também às creches particulares.

Anteriormente, as creches da rede municipal estavam atuando com apenas 60% dos matriculados. Desse modo, os alunos em situação de vulnerabilidade ou cujos pais precisavam trabalhar e não tinham com quem deixar os filhos eram priorizados nas atividades presenciais. 

“A partir do dia 8, as nossas creches, que estão com 60% de ocupação, passam a ser de 100%. Fizemos um trabalho gradual com o retorno das aulas, sempre acompanhando os relatórios que a Secretaria da Saúde tem feito com relação à segurança das pessoas. Era 35%, fomos para 100%, com exceção das creches, e, agora, a gente libera a partir do dia 8 para que as mães enviem as crianças para as creches”, afirmou o prefeito em coletiva de imprensa.

Apesar da autorização de aumentar o número de alunos, as unidades devem respeitar o distanciamento mínimo de um metro e meio entre as crianças. Além disso, as creches podem optar por um sistema de revezamento para as atividades presenciais. 

Todas as escolas da capital estão autorizadas a ofertar aulas presenciais desde o dia 2 de agosto, mas com algumas restrições. A maioria das unidades de ensino têm optado pelo rodízio de alunos. De acordo com a gestão municipal, para o revezamento, as escolas podem dividir os alunos em, no máximo, duas turmas.

E aí? Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia SP: Gestão Dória exclui alunos da lista de matriculados de escolas estaduais sem aviso prévio.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.