Saiba se você poderá receber 3 ou 5 parcelas por meio do seguro-desemprego

O Seguro-Desemprego, benefício da Seguridade Social que tem o objetivo de garantir assistência financeira temporária ao trabalhador dispensado involuntariamente (sem justa causa), segue sendo uma “socorro” para milhares de brasileiros. Após o crescimento do número de demissões, o benefício passou a ser cada vez mais solicitado no país.

Não é necessário possuir muitos documentos para solicitar o benefício, uma vez que são exigido somente o CPF e o Requerimento do Seguro-Desemprego, cujo documento é entregue pelo empregador ao funcionário no momento em que ele é dispensado sem justa causa.

No entanto, ainda há uma grande dúvida quanto ao funcionamento do benefício, uma vez que é possível receber de 3 a 5 parcelas do benefício.

O benefício é pago para os trabalhadores em CLT, mas é possível que o benefício seja pago para quem se encontra em serviço similar ao trabalho escravo e também os pescadores durante o período defeso. Os dois últimos grupos citados não precisa apresentar a carteira assinada.

Como é calculado o seguro-desemprego?

O seguro-desemprego tem como valor mínimo o valor do piso nacional (salário mínimo) em vigor. O máximo a ser sacado é de R$1.813,03 por parcela. Para definir qual será o valor, será necessário considerar a média dos três últimos salários registrados em holerite.

Veja como é o cálculo:

Faixas de Salário Médio Valor da Parcela
Até R$ 1.599,61 Multiplica-se salário médio por 0.8 (80%)
De R$ 1.599,62 até R$ 2.666,29 O que exceder a R$ 1.599,61 multiplicar por 0,5 (50%) e somar a R$ 1.279,69
Acima de R$ 2.666,29 O valor da parcela será de R$ 1.813,03

Parcelas do seguro-desemprego

Além do cálculo do benefício, é preciso saber a quantidade de parcelas que o empregado poderá receber, uma vez que não é fixo e varia caso a caso. Para isso, é necessário que se observe a quantidade de vezes que o benefício foi solicitado e o espaço de tempo entre eles. Por exemplo, quem solicitar o benefício pela primeira vez tem a maior chance de receber as 5 parcelas.

Solicitação Requisitos Número de parcelas a receber
Primeira No mínimo, 12 meses de trabalho e, no máximo, 23 meses. 04
No mínimo, 24 meses de trabalho. 05
Segunda No mínimo, 09 meses de trabalho e, no máximo, 11 meses. 03
No mínimo, 12 meses de trabalho e, no máximo, 23 meses. 04
No mínimo, 24 meses de trabalho. 05
Terceira No mínimo, 06 meses de trabalho e, no máximo, 11 meses. 03
No mínimo, 12 meses de trabalho e, no máximo, 23 meses. 04
No mínimo, 24 meses de trabalho. 05

Solicitação via internet

O Governo Federal permite que a solicitação do seguro-desemprego seja feita sem que o trabalhador precise sair de casa. Para isso, os trabalhadores deverão baixar o aplicativo da carteira de trabalho digital e fazer o pedido do benefício.

A ferramenta disponibilizada é gratuita e está disponível em telefones IOS e Android. No momento da instalação, basta se conectar fornecendo o número do CPF, data de nascimento e nome completo. Nela é possível ainda conferir questões referentes ao FGTS e mais.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.