Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

O que fazer em caso de em atraso nas contribuições com o INSS? Saiba!

Veja aqui o que fazer para regularizar essa situação

Quem decide acertar as contas de contribuições antigas também precisa estar preparado para encarar juros e multas, pois essa cobrança é corrigida pela Selic, que é a taxa básica de juros da economia. Essa correção tende a deixar a conta salgada.

Os recolhimentos de dívidas de até cinco anos podem ser calculados no site da Receita Federal, que é o órgão responsável pelos recolhimentos. Antes de fazer o pagamento, o segurado consegue fazer a simulação de quanto deve no site da Receita Federal, pelo Sistema de Acréscimos Legais (SAL).

Nessa página, ele vai informar sobre qual salário devem ser calculadas as contribuições em atraso e o período, considerando um mês inicial e um final. É importante ter o cuidado de não gerar a guia de pagamento se não tiver a intenção de fazer o pagamento, ou estará declarando o reconhecimento de uma dívida.

Nesse sistema da Receita é possível consultar os valores para dívidas mais antigas, mas o cálculo será diferente. O valor pago corresponderá a 20% da média das 80% maiores contribuições desde julho de 1994. Depois, será acrescida multa de 10%, além de 0,5% de juros ao mês até o máximo de 50% sobre o total.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.