Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Revalida 2020 registra mais de 16 mil inscritos

De acordo com os dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) nesta quarta-feira (28), o Revalida 2020 recebeu mais de 16,5 mil inscrições. O número é mais que o dobro de inscritos no Revalida 2017.

Apesar de a legislação determinar que o exame deve ocorrer duas vezes a cada ano, ou seja, a cada seis meses, a última edição ocorreu há três anos. Enquanto a última edição, em 2017, contou com 7.380 inscritos, neste ano o número é de 16.547 candidatos.

Os candidatos inscritos na edição de 2020 obtiveram diploma em 63 países. A maioria obteve a certificação na Bolívia (43,2%), em seguida, vem Cuba (23,7%) e Paraguai (14,5%). Dos inscritos, 64,7% (10.720) são brasileiros, os demais candidatos são estrangeiros.

O exame conta com duas etapas. De acordo com o edital, a primeira etapa, que é exclusivamente teórica, ocorrerá no dia 6 de dezembro e o resultado só ficará disponível no dia 5 de março de 2021.

A primeira etapa do Revalida 2020 será aplicada no DF e em 13 capitais: Belém (PA), Belo Horizonte (MG), Brasília (DF), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Fortaleza (CE), Manaus (AM), Porto Alegre (RS), Recife (PE), Rio Branco (AC), Rio de Janeiro (RJ), Salvador (BA) e São Paulo (SP).

Sobre o exame

A criação do Revalida se deu por meio da Portaria Interministerial nº 278, de 17/03/2011. O Revalida é o Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos expedidos por Instituição de Educação Superior Estrangeira. Desse modo, o exame é de caráter obrigatório para todos os médicos cursaram medicina fora do Brasil e desejam exercer a profissão no país.

O exame objetiva avaliar de forma rigorosa as habilidades e competências  para o exercício da profissão. Desse modo, possui duas etapas e ambas as provas são de caráter eliminatório.

Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Clique aqui para ver mais sobre a área de educação.
Leia Corte no MEC pode afetar educação básica em até R$ 1 bilhão.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.