Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.2/5 - (14 votes)

Retroativo do auxilio emergencial é confirmado para 2022

A cota extra foi concedida por meio da liberação de um crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões e após o Congresso Nacional derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro.

Como vem sendo divulgado nos veículos de notícias, os pais solteiros chefes de família monoparental terão direito a pagamentos retroativos do Auxílio Emergencial. A cota extra foi concedida por meio da liberação de um crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões e após o Congresso Nacional derrubar o veto do presidente Jair Bolsonaro.

Veja também: Usuários do Auxílio Emergencial poderão ter dívidas perdoadas pelo Governo

O chefe do Estado havia proibido o público masculino de receber as cotas duplas do início do programa. Na época, estavam sendo distribuídas parcelas no valor de R$ 600 para o público geral e de R$ 1.200 para as mães solteiras. Neste sentido, devido a desigualdade, em junho de 2021 o Congresso viabilizou os novos repasses.

A Medida Provisória (MP) publicada no dia 24 de dezembro confirmou a ampliação do benefício. “Com a edição da MP, o Estado Brasileiro reitera seus esforços para garantir a oferta regular de serviços e programas voltados à população em geral, principalmente àquela mais vulneráveis, franqueando aos órgãos e agentes públicos o acesso a instrumentos capazes de mitigar os efeitos danosos da pandemia sobre a sociedade brasileira”, informou o Palácio do Planalto em nota.

Contudo, é importante destacar que a iniciativa vale apenas para as cinco primeiras parcelas do Auxílio Emergencial pagas em 2020. Desta forma, as outras quatro parcelas no valor de R$ 300 concedidas no mesmo ano não entram na conta, bem como os pagamentos de R$ 375 do ano passado.

Auxílio Brasil pode ser pago no valor de R$ 600 em 2022

Com intuito amenizar a rejeição do presidente Jair Bolsonaro, parlamentares apoiadores defendem a ampliação do Auxílio Brasil para R$ 600. A medida ajudaria o atual chefe do Executivo a ganhar mais pontos com a população brasileira.

Para alguns deputados, a iniciativa seria o principal recurso para que a popularidade do presidente Jair Bolsonaro voltasse a crescer. Desta forma, ele poderia melhorar as intenções de voto para a eleição presidencial deste ano.

A possibilidade de aumentar o valor do benefício vem sendo discutida desde a ampliação mais recente de R$ 400. No entanto, este valor está previsto somente durante o ano de 2022. Vale ressaltar que a correção só foi viável diante a aprovação da PEC dos Precatórios.

Vale ressaltar que o Auxílio Brasil de R$ 600 também seria uma resposta ao ex-presidente Lula, que falou durante algumas entrevistas que o abono deveria ser elevado.

“Se alguém acha que vai ganhar o povo porque vai dar salário emergencial de R$ 400, paciência. Eu acho que o povo merece os R$ 600 e ele tem que dar, não tem que ficar inventando, e nós reivindicamos isso”, comentou o ex-presidente da República.

4.2/5 - (14 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.