Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Realismo Português: vai cair na sua prova!

Realismo Português: aquilo que você precisa saber para as principais provas

O Realismo Português é um importante movimento que teve como palco Portugal.

Por mais que o movimento realista também esteja presente na literatura brasileira, as provas nacionais costumam abordar as características e os autores de Portugal.

Em Portugal, o movimento apresenta importantes nomes e produções que podem aparecer na sua prova. Assim, é fundamental que você domine as principais características desse assunto.

Realismo Português: Contexto Histórico 

Com desenvolvimento no final da década de 60 do século XIX, o Realismo Português é marcado pela Questão Coimbrã.

A Questão Coimbrã ocorreu em 1865, com jovens estudantes atentos às novas ideias de origens alemãs, francesa e inglesa. Em 1870 um ciclo de palestras chamado de “Conferências Democráticas do Casino Lisbonense” conta com a presença de Eça de Queiros, grande nome do movimento. 

Além disso, o movimento se estende até os anos 1890, com a publicação de uma obra com modelo simbolista por Eugênio de Castro, intitulada de “Oaristos”. 

O período é marcado pela agitação política, social e cultural que vai tomando conta de grandes centros educacionais e, consequentemente, da arte produzida no país, em especial na literatura. 

Realismo Português: Principais características 

Refletindo o pensamento da elite intelectual do país, o Realismo Português se mostra insatisfeito com o clero e a monarquia da época. Além disso, o movimento usa uma linguagem direta e muitas vezes faz o uso da descrição em suas produções. 

Podemos destacar como as grandes características do movimento: 

  • Objetivismo. 
  • Cientificismo. 
  • Materialismo. 
  • Negação dos sentimentos. 
  • Oposição a monarquia. 
  • Oposição ao clero. 
  • Preocupação com o presente. 

Realismo Português: Principais autores e obras 

Entre os principais nomes do movimento em Portugal, estão: 

  • Antero de Quental (1842 a 1891): com apresentação de sua obra em três momentos ligados à sua própria vida, as publicações que mais se destacaram são “Odes Modernas” e “Os Sonetos”. 
  •  Eça de Queirós (1845 a 1900): grande nome da literatura portuguesa, Eça de Queirós tem sua marca na trilogia “Cenas da Vida Portuguesa”, composta por três grandes obras, consideradas ainda hoje como clássicas da literatura mundial: “O Primo Basílio”, “Os Maias” e “O Crime do Padre Amaro”. O autor apresenta um retrato da vida portuguesa em sua multiplicidade: a cidade provinciana, a influência exercida pelo clero, a burguesia de Lisboa, os intelectuais da época e a aristocracia. 

 

 

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.