R$ 5 mil LIBERADOS pela Caixa Econômica para moradores DESTAS REGIÕES

Duas cidades brasileiras têm a liberação de até R$ 6,2 mil do FGTS

Após a aprovação de Geraldo Alckmin, ministro de Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, a Caixa Econômica anunciou oficialmente a disponibilidade para retirada do FGTS. O propósito é apoiar comunidades em cidades do Sul do país.

Em reação às intensas precipitações que afetaram Santa Catarina, a Caixa Econômica implementou uma medida de grande relevância social. Então, Alckmin autorizou a disponibilização de saques no FGTS com a finalidade de prestar auxílio às vítimas dessa situação de emergência.

Caixa Econômica autoriza saque do FGTS para quem foi atingido por chuva em Santa Catarina

De acordo com informações da Caixa Econômica, cada indivíduo terá a oportunidade de retirar até R$ 6.220 de seu FGTS para enfrentar as consequências das precipitações. Até o presente momento, a instituição comunicou que não houve nenhuma retirada vinculada às regiões afetadas pelas chuvas em Santa Catarina.

A liberação desses recursos está condicionada à avaliação da extensão dos prejuízos pelas equipes da Defesa Civil, assegurando um direcionamento eficaz e equitativo dos fundos.

Desde o início de outubro, o estado de Santa Catarina enfrenta uma crise devido às intensas chuvas. Entre os 295 municípios do estado, 143 declararam estado de emergência, enquanto as cidades de Rio do Sul e Taió, localizadas no Vale do Itajaí, decretaram calamidade pública. Infelizmente, ocorreram seis óbitos e um bebê sofreu ferimentos, ressaltando a seriedade da situação.

Como consultar os benefícios?

Depois da autorização para retiradas, os indivíduos terão a oportunidade de requisitar o acesso aos fundos diretamente utilizando o aplicativo FGTS, na seção “Minhas Retiradas”, sem a obrigatoriedade de visitar uma agência bancária.

Adicionalmente, ao fazer o pedido, é viável especificar uma conta de qualquer entidade financeira para receber os montantes, e o mais importante, sem despesas suplementares.

Mais de R$ 90 milhões para atender à população

Além das retiradas do FGTS, o ministro também divulgou uma alocação de R$ 1,209 milhão destinada à cidade de José Boiteux, no Vale do Itajaí, que possui um grupo indígena diretamente impactado pelas precipitações.

A Defesa Civil Nacional estima que o governo planeja disponibilizar uma quantia total de R$ 94 milhões para satisfazer as necessidades humanitárias e contribuir com a reconstrução dos municípios afetados.

No que concerne à infraestrutura de transporte, o Ministério dos Transportes está projetando a liberação de R$ 144 milhões para a restauração da BR-282 em Alfredo Wagner, na Região Metropolitana de Florianópolis, e da BR-470 em Curitibanos, no Oeste do estado, fortalecendo a logística e agilizando a recuperação da região.

R$ 5 mil LIBERADOS pela Caixa Econômica para moradores DESTAS REGIÕES
Duas cidades brasileiras têm a liberação de até R$ 6,2 mil do FGTS – Imagem: Shutterstock

Recursos do FGTS destinados aos municípios através de uma MP

Geraldo Alckmin também enfatizou a alocação de financiamentos diretos para os desabrigados, com valores que oscilam entre R$ 400 e podem alcançar R$ 800 por indivíduo. É crucial destacar que esses recursos não serão entregues diretamente aos cidadãos. Assim, serão destinados às administrações municipais, que poderão empregá-los para prestar assistência, abrigar as pessoas e até mesmo implementar um programa de aluguel social.

A expectativa é que os fundos direcionados aos municípios sejam disponibilizados por meio de uma medida provisória. Então, tal ocorrência acelerará o processo de auxílio às vítimas dessas chuvas devastadoras.

Bolsa Família antecipado em regiões afetadas

Adicionalmente, como parte de uma iniciativa de extrema relevância, o adiantamento do benefício do Bolsa Família para os habitantes dos municípios impactados ocorreu nesta semana. Isso confereu um alívio imediato às famílias que atravessam desafios devido às chuvas.

Estas ações refletem uma cooperação conjunta do Governo Federal. O intuito de atenuar as consequências das precipitações em Santa Catarina e disponibilizar auxílio direto às comunidades afetadas. O suporte financeiro se torna crucial neste período de adversidade e incerteza, destacando o compromisso do governo em socorrer aqueles que mais necessitam.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.