Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Quase metade dos contribuintes ainda não declarou Imposto de Renda

Quase metade dos contribuintes brasileiros ainda não enviou a declaração do Imposto de Renda para a Receita Federal. O número preocupa porque o prazo está a algumas semanas de terminar. Por isso, autoridades estão fazendo apelos para as pessoas que ainda não fizeram a declaração.

De acordo com a própria Receita Federal, cerca de 17 milhões de pessoas enviaram a declaração até agora. Isso considerando os números com registro até às 11h desta segunda-feira (3). Esse montante representa pouco menos de 53% do total de pessoas que ainda precisam enviar.

Ao todo, a Receita espera receber essas declarações de cerca de 35,6 milhões de pessoas. Quem não entregar passará a ficar em dívida com o fisco. Há uma preocupação porque se sabe que boa parte dessas pessoas estão deixando a declaração para o final do prazo.

O prazo

De acordo com a Receita Federal, o prazo para a declaração do Imposto de Renda começou no último dia 1 de março e vai até o próximo dia 31 de maio. Então dá para dizer que estamos a cerca de um mês para o fim desse período de declaração do imposto.

Apesar de ser aparentemente um prazo longo, a Receita pede para que as pessoas se apressem. Isso porque a principal dica é fazer a declaração logo para evitar ter que enfrentar um sistema com vários congestionamentos. Normalmente isso acontece todos os anos porque todos os anos as pessoas deixam esse trabalho para a última hora.

Decisão da Câmara

No último dia 13 de abril, a Câmara dos Deputados aprovou um projeto que prorroga ainda mais esse prazo. De acordo com o texto, o período para fazer essa declaração acabaria no próximo dia 31 de julho e não mais no dia 31 de maio como a regra atual diz.

Seja como for, essa regra do projeto ainda não está valendo. Ela pode até começar a valer que depende apenas de uma sanção do Presidente Jair Bolsonaro. No entanto, analistas dizem que a dica é não se confiar nessa informação e ir fazer essa declaração o quanto antes.

Nem todo mundo é obrigado a fazer a declaração do Imposto de Renda. Em boa parte dos casos, a pessoa entra coo um dependente de um familiar, por exemplo. No entanto, em todos esses casos as pessoas precisam ficar cientes do que está acontecendo com a declaração delas para evitar surpresas no futuro.

Polêmica com o Auxílio

Normalmente a declaração do Imposto de Renda acaba sendo um processo que escancara muitas dúvidas todos os anos. E o fato é que este ano há uma dúvida nova: a devolução do Auxílio Emergencial. É que essa é uma possibilidade que está atormentando muita gente.

Existem alguns casos em que pessoas precisam fazer essa devolução. Isso acontece normalmente porque há um dependente que recebeu o Auxílio no ano passado, mesmo com o titular tendo rendimentos acima daquilo que o Auxílio Emergencial permitiu.

Nas redes sociais, muita gente acredita que essa regra é injusta. No entanto, o fato é que ela está valendo. Para fazer a contestação dessa cobrança, o contribuinte por ir até o site do Ministério da Cidadania e informar o possível erro. A ideia é que eles avaliem cada uma dessas reclamações.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.