Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pronomes pessoais: quais são e exemplos

Há dez classes de palavras na língua portuguesa, uma delas é a dos pronomes. Os pronomes podem ser definidos como a classe de palavras que substituem e determinam os substantivos. Sendo assim, as palavras dessa classe desempenham a função de um nome. Além disso, o pronome pode se referir a um substantivo ou acompanhar um nome qualificando-o. 

Marcos não pediu permissão à mãe, mas ela não se importou com mal comportamento de seu filho.

Na frase acima, há dois pronomes em destaque. O primeiro – ela – retoma e substitui o substantivo mãe. Já o segundo – seu – referencia Marcos. Ambas as palavras pertencem a mesma classe de palavras, são pronomes, mas são de tipos diferentes. Na língua portuguesa, há os seguintes tipos de pronomes: pessoais, possessivos, demonstrativos, interrogativos, relativos e indefinidos.

Abaixo explicaremos melhor o que são e quais são os pronomes pessoais, confira!

Pronomes pessoais

Os pronomes pessoais subdividem-se em pronomes pessoais do caso reto, pronomes pessoais oblíquos e pronomes pessoais de tratamento. Os pronomes pessoais do caso reto são aqueles que indicam as pessoas do discurso, de modo que assumem a função de sujeito da oração. Assim, como exemplos de pronomes do caso reto temos eu, tu, ele, ela, nós, vós, eles, elas, você, a gente.

Nós acordamos muito cedo para ir à feira.

Eva ficou chateada. Ela considerou o comportamento de Joca uma falta de respeito.

Já os pronomes pessoais oblíquos podem ser átonos ou tônicos. Os tônicos podem substituir substantivo com função de objeto indireto e os átonos substituem aqueles com função de objeto direto. Desse modo, os pronomes tônicos são precedidos de preposição, enquanto os átonos não são precedidos de preposição

Pedrinho gosta de mim

Os netos lhes devem respeito.

Outros exemplos de oblíquos tônicos são: comigo, ti, contigo, ele(s), ela(s), nós, conosco, vós, convosco. Já os átonos são me, te, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes.

Por fim, os pronomes pessoais de tratamento são palavras corteses e reverentes usadas pelo falante/escritor para se dirigir a uma pessoa ou interlocutor em uma situação comunicativa que exija maior formalidade. 

Vossa Excelência, solicito a fala ao final do interrogatório. 

Garantiram ao deputado que o documento foi entregue a Vossa Senhoria.

Outros pronomes de tratamento comuns em contextos de uso formal da língua portuguesa são, por exemplo, senhor, senhora, senhorita, Vossa Eminência, Vossa Santidade, Vossa Reverendíssima, Vossa Magnificência, Vossa Paternidade, entre outros.

Gostou do texto? Então deixe aqui o seu comentário!

Leia Como citar de acordo com as regras da ABNT.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.