Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Precificação de serviços – O que considerar?

O cliente quer o serviço pelo menor preço, enquanto o serviço pode levar mais tempo do que o combinado. Sendo assim, como acertar na precificação dos seus serviços?

Como precificar seus serviços?

A definição de preços e serviços é um pouco difícil para empresas de qualquer porte e segmento. Assim sendo, a precificação pode exigir muitas análises.

Muitos prestadores de serviço não têm certeza se deve precificar o seu trabalho por demanda ou mensalmente.

Inconstância entre a demanda e a oferta

A volatilidade do mercado, a inconstância do fluxo de capital impede muitas vezes de calcular os riscos do ambiente.

Ao precificar serviços de forma subjetiva corre risco de perder clientes para a concorrência.

Serviços baseados no gosto do cliente são mais difíceis de serem precificados, uma vez que não são baseados em estratégia de mercado.

Tempo ou Serviço finalizado?

O cliente escolhe o prestador pela estética do serviço e pelo preço. Entretanto, nesse tipo de serviço a demanda pode retornar ao prestador muitas vezes, e isso pode impactar na precificação.

Para precificar um serviço é necessário que leve em consideração o serviço e o tempo de execução.

Serviços exclusivos

Assim sendo, em serviços de personalização como um logotipo, por exemplo, o tempo de variar muito entre horas ou até meses.

Fica difícil precificar corretamente pelo serviço, uma vez que não há uma ferramenta exata para ajudar no valor justo pelo serviço.

O cliente não vai pagar pelo seu tempo, para ele é só um logotipo. Nesses casos para fidelizar o cliente precisa encontrar um equilíbrio entre a mão de obra e o serviço finalizado.

Não desgaste o relacionamento

Para não causar um desgaste no relacionamento com o cliente é preciso transparência na hora da contratação. Assim minimiza a possibilidade de ter o contrato cancelado, por exemplo.

Para evitar esse tipo de situação precisa atuar na negociação. Por isso é preciso limitar ao cliente o número de revisões e fazer um acompanhamento pó-venda do serviço.

Assim pode justificar a sua precificação pelo valor do serviço prestado.

Negocie pacotes

Ainda poderá combinar o seu cliente um valor por pacotes de serviços. Todavia, para ter sucesso nesse tipo de negociação mostre ao cliente o valor dos serviços.

Pode fazer isso mostrando os valores separados e o quanto está dando de desconto.

Precificar serviços pede equilíbrio entre valorizar o serviço prestado e agradar o cliente para que ele volte. Para não desvalorizar seu produto, invista no marketing digital.

Analise a concorrência e não cobre muito abaixo do que analisou, pois assim poderá baixar o valor do serviço no mercado, o que não é viável para nenhum prestador.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.