PIX Saque movimentou R$ 51 milhões em setembro

O PIX é um dos métodos de pagamento mais utilizados no Brasil, no entanto, as modalidades PIX Saque e PIX Troco lançadas em novembro de 2021 não tiveram a adesão esperada pelo Banco Central do Brasil. De acordo com a autarquia, entre dezembro de 2021 e setembro de 2022 foram realizadas 1.848.485 transações nas modalidades.

Esse número de transações representa aproximadamente R$ 241,1 milhões movimentados pelo PIX Saque e PIX Troco. Apesar disso, apenas em setembro deste ano o sistema de pagamentos instantâneos movimentou R$ 880,182 bilhões, em 1,921 bilhão de transações.

Transações vem crescendo gradativamente

Apesar do PIX Saque e PIX Troco não terem tido a adesão esperada pelo Banco Central, as transações na modalidade estão aumentando gradativamente. Em setembro de 2022, o PIX Saque movimentou mais de R$ 51 milhões. Confira a quantidade de transações e valores divulgados pelo BC:

PIX TROCO

Mês Transações Valores
dezembro/2021 293 R$ 26.215
janeiro/2022 1.284 R$ 145.774
fevereiro/2022 1.591 R$ 189.652
março/2022 2.077 R$ 243.520
abril/2022 1.952 R$ 236.482
maio/2022 2.216 R$ 267.530
junho/2022 2.693 R$ 321.500
julho/2022 3.147 R$ 396.963
agosto/2022 3.514 R$ 430.282
setembro/2022 4.712 R$ 524.577

 

PIX SAQUE

Mês Transações Valores
dezembro/2021 3.588 R$ 442.129
janeiro/2022 66.551 R$ 9.677.297
fevereiro/2022 91.553 R$ 13.031.478
março/2022 135.542 R$ 19.271.637
abril/2022 150.783 R$ 21.650.594
maio/2022 184.710 R$ 25.793.594
junho/2022 223.423 R$ 31.029.876
julho/2022 267.612 R$ 37.043.544
agosto/2022 310.734 R$ 42.365.209
setembro/2022 390.510 R$ 51.492.032

Entenda o PIX Saque e Troco 

De acordo com informações disponibilizadas pelo Banco Central do Brasil, o PIX Saque permite que todos os usuários do sistema de pagamentos possam realizar saques em pontos que ofertarem o serviço. 

Desta forma, com o produto é possível sacar dinheiro em estabelecimentos comerciais, redes de caixa eletrônico compartilhados e até mesmo entre os próprios participantes PIX. Para sacar dinheiro utilizando essa ferramenta com o PIX, basta que os usuários façam uma transferência para o agente de saque, que deve entregar o recurso em espécie.

Já o PIX Troco, apesar de possuir a mesma dinâmica da função explicada anteriormente, ocorre junto com uma compra feita no estabelecimento. Isso significa que os clientes podem fazer um PIX com um valor superior ao total da compra, de forma que o estabelecimento deve devolver o troco em espécie.

De acordo com o Banco Central, o PIX Saque e PIX Troco foram criados com o intuito de aumentar os pontos de retirada de dinheiro em espécie, facilitando o cotidiano dos usuários do sistema de pagamentos. Além disso, para o BC esses produtos aumentam a competição, melhorando as condições de oferta e valores de serviços de saque. 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.