Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

2.9/5 - (11 votes)

PIS/Pasep: Abono retroativo de R$ 1.100 ainda está disponível para saque

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil (BC) estão liberando juntos um montante de R$ 208 milhões. O dinheiro tem origem no PIS/Pasep ano-base 2019, que aguarda o resgate por mais de 320 mil trabalhadores.

A Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil (BC) estão liberando juntos um montante de R$ 208 milhões. O dinheiro tem origem no PIS/Pasep ano-base 2019, que aguarda o resgate por mais de 320 mil trabalhadores.

Na prática, os trabalhadores deveriam ter sacado o benefício entre os meses de julho de 2019 e junho de 2020. Todavia, uma nova chance foi concedida.

“Caso a pessoa peça a reemissão, ela terá até dia 29/12 para sacar, e se não sacar somente poderá no calendário do próximo ano pedindo novamente a reemissão”, diz em nota o Ministério do Trabalho e Previdência.

Quem pode receber o pagamento retroativo do abono?

Para sacar os valores é necessário que o trabalhador:

  • Esteja cadastrado no PIS/Pasep há, pelo menos, cinco anos em 2019;
  • Tenha trabalhado, ao menos, durante 30 dias para pessoa jurídica em 2019;
  • Tenha recebido uma remuneração média mensal de até dois salários mínimos em 2019; e
  • Esteja com os dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS/eSocial).

Qual o valor?

Conforme os montantes disponibilizados em 2019, o valor liberado no pagamento retroativo varia entre R$ 92 a R$ 1.100. A quantia concedida dependerá do número de meses trabalhados no ano-base 2019.

É importante lembrar que o PIS é pago aos trabalhadores do setor privado, sob gerencia da Caixa Econômica Federal, enquanto o Pasep é repassado aos servidores públicos, por meio do Banco do Brasil.

Como sacar o PIS/Pasep esquecido?

Para sacar os recursos, o trabalhador pode solicitar o PIS/Pasep atrasado em uma das agências do Ministério do Trabalho e Previdência. Além desse meio, existem outras opções, como:

  • Através da central Alô Trabalhador, pelo telefone 158;
  • Por meio de uma mensagem de e-mail, pelo endereço uf@economia.gov.br, substituindo as letras ‘uf’ pela sigla do estado em que reside;
  • Pelo aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS); ou
  • Através do Portal Gov.br.

O aplicativo Carteira de Trabalho Digital (CTPS) permite a consulta. É possível saber qual valor que será pago, qual será a data permitida para o saque e qual será o banco que intermediará o recebimento do benefício.

2.9/5 - (11 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. Paulo cesar Diz

    Essa mensagem de e-mail não funciona não eles não atualizam

  2. Osmarina do prado dias de almeida Diz

    sou inscrita no minha casa minha vida a 15 anos, fiz o recadastramento dos os anos, e não fui sorteada, e preciso muito.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.