Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pente-fino do INSS pode destravar benefícios e liberar requerimentos parados

Já ouviu falar do novo pente-fino do INSS? Ele poderá adiantar a fila de pedidos pendentes há mais de 45 dias – prazo oficial para resposta a requerimentos. Segundo o INSS, a revisão, instituída via medida provisória do governo Jair Bolsonaro e convertido em lei pelo Congresso “prevê, além do pente-fino nos benefícios com indícios de irregularidade, também a análise de todos os benefícios com processos parados há mais de 45 dias”, sendo que, requerimentos mais antigos terão prioridade na análise.

Hoje, o tempo de resposta a pedidos de aposentadoria é de cinco meses, em média.

VALE LEMBRAR: Os segurados que estão esperando pelo benefício do INSS não perdem dinheiro, pois quando a renda é liberada, paga os atrasados desde a data em que o pedido foi feito.

Para aumentar a capacidade de análise e também revisões de processos, o programa prevê pagamento de bônus aos servidores que trabalharem fora do expediente normal. A bonificação vai ser de R$ 57,50 por processo. Haverá também um pente-fino nos benefícios por invalidez e auxílios-doença, sendo que a bonificação para os médicos peritos será de R$ 61,72 por perícia.

Porém, para dar início ao pente-fino, o governo precisa de autorização do Congresso para incluir no Orçamento a previsão dos gastos com bônus.

De acordo com especialistas, a aceleração da liberação de benefícios não é grande motivo de entusiasmo. “Houve um tempo em que ainda adiantava recorrer à corregedoria do INSS, mas nem isso funciona mais porque todos os setores estão sobrecarregados”, diz o advogado Átila Abella.

E é comum ver segurados do INSS reclamando da demora nas respostas aos pedidos de benefícios. Especialistas em Previdência e até o próprio INSS atribuem a culpa à falta de funcionários.

Saiba como realizar pedidos de revisão do INSS pela internet ou telefone

Os pedidos de revisão de valor do benefício, de recursos e de cópia de processos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) poderão ser feitos apenas pela internet, no ‘Meu INSS’, ou pelo telefone, discando o número 135. A mudança faz parte do projeto de ampliar a oferta de serviços digitais do INSS.

A estimativa do órgão é que atualmente esses serviços levem mais de 70 mil pessoas por mês às agências. Com as solicitações feitas pela internet ou telefone, o INSS espera melhorar o atendimento ao público e poupar trabalho e gastos aos cidadãos que precisam se descolar em busca de uma agência do instituto.

A Central de Serviços Meu INSS é uma ferramenta criada para facilitar a vida dos segurados. O Meu INSS é acessível por meio de computador ou celular. O segurado acessa e acompanha todas as informações da sua vida laboral (ou seja, sua história de trabalho) como dados sobre contribuições previdenciárias, empregadores e períodos trabalhados.

Para utilizar esses serviços é necessário se cadastrar e obter senha no próprio site. Os cadeados na página indicam quais os serviços precisam de senha. Em caso de dúvida, é possível ligar para o número já informado, o 135.

O site também disponibiliza serviços que não precisam de senha, como o agendamento para dar entrada em benefícios no INSS e marcação de perícia médica.

A senha inicial para acessar o Meu INSS também pode ser conseguida diretamente pelo serviço de internet banking de algumas instituições bancárias: Banco do Brasil, Banrisul, Bradesco, Itaú, Mercantil do Brasil, Sicredi, e, em breve, outros.

Outros serviços disponíveis

Conheça os serviços do Meu INSS:

Aposentadorias Urbanas

Salário Maternidade

Extrato Previdenciário (CNIS)

Simulação de Tempo de Contribuição

Agendamentos/Requerimentos

Histórico de Crédito de Benefício

Carta de Concessão

Agende sua Perícia

Resultado de Perícia

Extrato de Empréstimo Consignado

Extrato de Imposto de Renda

Consulta Declaração – Consta/Nada Consta

Consultar Revisão de Benefício – Artigo 29

Encontre uma agência

DRSCI – declaração para o Contribuinte Individual

Alterar Dados de Contato

Cadastre-se

Para fazer o cadastro no Meu INSS, é preciso CPF, nome completo, data e local de nascimento e nome da mãe para gerar um código de acesso provisório. Depois, o segurado deve fazer login, com a senha provisória. Logo em seguida, aparecerá mensagem para que o cidadão crie sua própria senha, que deve ser: alfanumérica, (Exemplo: Seguranca1).

Em caso de dúvidas ou dificuldade no acesso, o cidadão pode ligar para a Central 135 ou se dirigir a uma agência, sem necessidade de agendamento. Brasileiros no exterior também conseguem acessar o Meu INSS.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
3 Comentários
  1. Maria Helena Pinto Diz

    Eu acho um absurdo o INSS demorar mais que 45 dias para análise de benefícios para poder se aposentar porque o povo brasileiro não tem culpa da falta de funcionários deles para agilizar o processo e este demorar para analisar até meses mesmo pagando os atrasados junto com a concessão do benefício, pois no meu caso preciso do benefício pois estou desempregada a quase 1 ano e não tenho como me manter mais. .isso não é só para mim e sim para todos que precisamos do benefício pois cada um saber onde”aperta o calo ” porque emprego não está fácil pra ninguém é todo mundo precisa se alimentar, de remédios e outras coisas! Acho muito pouco caso com essa situação! O INSS que resolva isso urgentemente arrumando mais servidores pra sanar essa situação porque contribuímos anos de nossas vidas para poder receber o benefício da aposentadoria e quando precisamos com urgência, a impressão que dá é que somos feitos de palhaços porque a maioria que se aposenta infelizmente não recebe o teto, recebe um valor muito menor é mesmo assim tem que ficar esperando meses para isso e passando muito nervoso por terem que se virar sabe lá Deus como. Por isso peço ao INSS que se coloque no lugar de cada um de nós que estamos desesperados para receber o benefício que é do nosso direito com certeza !

  2. LUIZ Diz

    Queria muito saber se a pessoa doente nesse país tem direito ao benefício nesse país, porque conheço uma pessoa realmente doente que está tentando a muito tempo e eles dizem que ela não está doente, afinal quem pode dizer isso, o médico que trata ou os peritos que nem examinam direito? Estou a ponto de sair explodindo todos os postos do INSS, depois não reclamem….

  3. Jorge Rogério Barbosa Alonso Diz

    Meu pedido de aposentadoria é desde swtembro de 2018. 35,7 anos de contruibuicao, 96% desse tempo por CTPS e um pequeno periodo (4%) por carne do INSD, toda documentacao regular e… ja vai para 10 meses… Com relação a direitos dos cidadãos, esse pais é uma piada! Alias, wsse pais foi totalmente aparelhado e agora quem sofre é quem é correto!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.