Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Pagamento de R$1.100 liberado para quem nunca contribuiu; veja quem pode

Durante a pandemia da Covid-19, se perguntam se terão direito ao benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Muitos cidadãos brasileiros, inclusive durante a pandemia da Covid-19, se perguntam se terão direito ao benefício do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), mesmo sem contribuir com a Previdência Social.

O lado positivo é que, de fato, existe um benefício concedido pelo INSS destinado aos cidadãos que nunca fizeram recolhimento a previdência, o Benefício de Prestação Continuada da Lei Orgânica da Assistência Social, mais conhecido como BPC/LOAS.

Vale ressaltar, que embora seja distribuído pelo Instituto, o BPC/LOAS não se trata de uma aposentadoria, mais sim um benefício assistencial, uma vez que para receber uma aposentadoria teria que haver contribuição antecedente.

No entanto, alguns cidadãos podem se enquadrarem nos critérios de concessão do BPC, como possuir idade superior a 65 anos ou ser um deficiente. Em ambos os casos as condições financeiras devem ser baixas.

No que se refere ao valor do BPC/LOAS, é de um salário mínimo vigente, o que viabiliza a assistência até para quem nunca contribuiu com o INSS.

Critérios para concessão do BPC/LOAS

Para receber o benefício, os cidadãos devem se enquadrar em cinco requisitos estabelecidos pelo INSS:

  • Ter no mínimo 65 anos de idade;
  • Ser natural do Brasil ou de Portugal;
  • Ter renda familiar per capita igual ou inferior a ¼ do salário mínimo;
  • Ser inscrito no CadÚnico;
  • Ter CPF, bem como seus familiares.

Inscrição no CadÚnico

Caso ainda não seja inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal, deverá realizar o procedimento antes de solicitar o BPC/LOAS. Para isso, basta comparecer ao Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) de sua cidade, portando a seguinte documentação:

  • Carteira de Identidade;
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Comprovante de Residência.

Feito isto, faça o pedido do BPC/LOAS, que pode ser realizado de maneira presencial, na agência do INSS da sua cidade, ou de maneira remota, através do site ou aplicativo “Meu INSS”. Para mais informações, o cidadão pode entrar em contato com a Central Telefônica de Atendimento do INSS, pelo número 135.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
9 Comentários
  1. Ricardo Diz

    Quem precisar de consultoria para os assuntos relacionados ao INSS e só procurar meu escritório

  2. Marlene bezerra da Nóbrega Diz

    Eu tenho direto o que devo fazer tenho depressão e síndrome do pânico e mesmo tendo tudo isso meus resistirmos foram todos falço fui enganada pelos danos tomo remédio controlado e faço vacina quando tem uma de dois em dois meses com depressão me sinto muito sem memoria e s joguem
    Gostaria tanto de um ser humano me ajudasse. Pois as leis do meu país não andam nada bem. Triste ver o sofrimento dos que sofrem tanto
    Incapaz de decifrar o que sinto vida sem memoria

  3. Andréa Regina Maceió Diz

    isso é para enganar os bestas e quem for besta que caia nessa as eleições vai ser em 2022 e ñ acredito nessa enrolação os políticos sao tudo farinha do msm saco só serve para uma coisa enganar e iludir. só vem atrás de nós para pedir VOTOS .NÃO SE engane com falsas promessas.

  4. Gilberto Peixoto Alves Diz

    Gostaria de saber se o meu BBC loas já foi aprovado sou deficiente tomo remédio controlado

  5. Claudete Diz

    Quem é pensionista tem direito ao benefício?

  6. Rosana da silva tomé Diz

    Preciso muito de uma ajuda as coisas estão dificil de mais

  7. Rosana da silva tomé Diz

    Preciso muito de uma ajuda

  8. Selma de Freitas Rodrigues Diz

    Eu tenho direito

  9. Leudikete chaves Trinidade Diz

    Oi

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.