Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

5/5 - (12 votes)

Open Banking: o compartilhamento de dados e as ofertas personalizadas

São muitos os benefícios do Open Banking para o cliente. Confira algumas informações relevantes sobre o sistema financeiro aberto!

De acordo com informações do Banco Central do Brasil, são muitos os benefícios do Open Banking para o cliente, haja vista que o compartilhamento de dados permite que o cliente receba ofertas personalizadas, portanto, mais adequadas à sua objetividade. 

Open Banking: o compartilhamento de dados e as ofertas personalizadas

Sendo assim, um dos benefícios apontados pelo Open Banking é a elevação da competição. Conforme relata o BC, com acesso aos dados dos usuários, as instituições participantes poderão fazer ofertas de produtos e serviços para clientes de seus concorrentes, com benefícios para o consumidor, já que poderá obter tarifas mais baixas e condições mais vantajosas em diversos produtos bancários.

Melhor experiência no uso de produtos e serviços financeiros 

Além disso, o Banco Central informa que também a experiência no uso de produtos e serviços financeiros será melhorada. Visto que o Open Banking torna possível, ainda, que as instituições participantes ofereçam soluções que facilitam às pessoas controlarem suas vidas financeiras. 

Quem possui mais de uma conta bancária ou tem conta em um banco e empréstimo em outro, poderá ver todas as suas informações em um único local, exemplifica o Banco Central do Brasil. 

A qual instituição o cliente deve solicitar o compartilhamento de dados e serviços?

À instituição participante que vai receber os dados (instituição de destino) ou iniciar a transação de pagamento. Essa instituição deve prestar aos seus clientes informações claras, objetivas e adequadas sobre o compartilhamento, informa o Banco Central.

A finalidade do compartilhamento deve ser clara e objetiva

Além disso, a solicitação de autorização para que a pessoa compartilhe seus dados deve deixar clara qual é a finalidade desse compartilhamento, enfatiza o BC. Ou seja, a solicitação de autorização deve indicar a direção do fornecimento dos dados compartilhados, de qual produto ou serviço se trata.

Conselho Monetário Nacional (CMN) 

O Banco Central enfatiza que as instituições participantes deverão obedecer às regras que estão nos atos normativos publicados pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) e pelo BC. 

Autorização de compartilhamento e verificação de identidade

Dessa forma, essas regras abrangem as responsabilidades pelo compartilhamento e as características obrigatórias desse processo, que inclui as etapas de consentimento (autorização de compartilhamento), autenticação (verificação de identidade) e confirmação. 

A estrutura responsável pela governança do Open Banking

Adicionalmente, as instituições participantes, por meio da estrutura responsável pela governança do Open Banking, deverão propor ao Banco Central padrões tecnológicos, procedimentos operacionais e outros aspectos necessários à implementação do sistema financeiro aberto, informa o BC.

5/5 - (12 votes)

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.