O que não te dizem: a VERDADE sobre empréstimo para saldar dívida

Antes de solicitar crédito, é preciso pesar os prós e contras

Existe uma maneira bastante simples de solucionar um dilema financeiro, que consiste em solicitar um empréstimo. Caso estejamos organizados em relação às nossas finanças, trata-se de uma prática recomendável que nos auxilia a superar situações de urgência e a aprimorar nossa qualidade de vida. Mas, e o empréstimo para saldar dívida?

É importante destacar que, além de ser algo que contribui financeiramente muitas vezes, também envolve determinados riscos. Nesse contexto, adquirir empréstimo para saldar dívida pode se transformar em um verdadeiro incômodo e um sério obstáculo para nossos recursos financeiros, sendo desaconselhável.

Será que vale a pena recorrer a empréstimo para saldar dívida?

É bastante frequente deparar-se com situações em que amigos ou conhecidos, em momentos de desespero, optaram por buscar empréstimos com a finalidade de saldar dívidas. Conforme pode-se perceber, o problema sério reside no fato de que isso os leva a entrar em um ciclo vicioso, que invariavelmente resulta na incapacidade de pagar os débitos.

Diante disso, é imprescindível buscar alternativas que, mediante disciplina e paciência, possam atenuar os problemas financeiros. Então, permitirá a quitação de empréstimos que, em determinado momento, tornaram-se inviáveis de serem pagos.

Onde se deve buscar dinheiro para liquidar débitos?

Há diversas alternativas disponíveis para obter um empréstimo para saldar dívida. Por conseguinte, o segredo está em conduzir uma pesquisa e realizar comparações. Não é possível determinar qual instituição se deve abordar para obter o melhor empréstimo, mas sim quais critérios devem ser considerados para selecionar a opção mais vantajosa.

O primeiro passo é investigar, ou seja, buscar por empresas que ofereçam o crédito necessário para liquidar suas dívidas. Em seguida, faça comparações. Para isso, consulte sites na internet, bem como avaliações de clientes e solicite referências.

O aspecto inicial a ser observado é a taxa de juros. Assegure-se de que ela não seja superior àquela que você já possui sobre a dívida que pretende saldar. Dessa forma, você terá a garantia de pagar um valor menor do que o montante original.

Também é fundamental ter cautela em relação ao Custo Anual Total, um indicador que engloba não apenas a taxa de juros, mas também comissões, seguros e outros encargos. Certifique-se de que esse valor seja inferior ao de seu crédito atual.

Por fim, verifique as condições do empréstimo e tome cuidado para não cair em golpes, como aqueles em que se exige um pagamento antecipado para aprovação do financiamento. Isso é extremamente arriscado.

Requisitos para solicitar empréstimo para saldar dívida

Alguns requisitos básicos para solicitar empréstimos incluem:

  • Histórico de pagamento positivo (algumas instituições financeiras não o exigem);
  • Documentos de identidade e CPF;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência.

Vantagens de liquidar suas dívidas com um empréstimo

Entre os principais benefícios estão:

  • Pagamento imediato de uma dívida, sendo especialmente vantajoso se você já estiver em atraso;
  • Possibilidade de obter uma taxa de juros mais baixa, resultando em um custo menor para o empréstimo;
  • Flexibilidade para ajustar as condições, aumentando ou diminuindo o prazo de pagamento de acordo com suas necessidades. É possível também alterar a periodicidade para semanal, quinzenal ou mensal;
  • Pagar um empréstimo antes de entrar em inadimplência evitará que você tenha um histórico de crédito negativo.

Desvantagens de liquidar suas dívidas com um empréstimo

Assim como em qualquer transação financeira, há desvantagens a serem consideradas, tais como:

  • A solicitação de um novo crédito pode envolver o pagamento de juros;
  • Se não pesquisar adequadamente, você pode acabar com uma taxa mais alta;
  • Seus débitos podem aumentar, exigindo que você economize ainda mais;
  • Caso não tenha um bom controle sobre seus pagamentos, pode acabar contraindo mais dívidas.

No fim das contas, o empréstimo para saldar dívida urgentes é aliado ou inimigo?

No mercado, encontramos de tudo, inclusive os conhecidos empréstimos urgentes, que podem ser tanto aliados quanto inimigos. Mas, é importante considerar que essas modalidades de empréstimo geralmente apresentam taxas de juros elevadas, o que resultará no pagamento de um valor significativamente maior do que o montante originalmente solicitado. Portanto, é necessário seguir algumas orientações que foram separadas abaixo e não se deixar iludir pela disponibilidade de dinheiro imediato.

Tenha cuidado ao lidar com sua renda mensal

Neste momento, é crucial lembrar da regra básica de endividamento: nunca exceder 30% da sua receita. Caso ultrapasse esse limite, será necessário reduzir os gastos com alimentação, educação, lazer e outros, a fim de se recuperar financeiramente.

Além disso, é possível que, ao solicitar um novo empréstimo, seja altamente provável que você obtenha um valor inferior ao necessário. Isso significa que você estará contratando um empréstimo com custo muito mais elevado, devido às altas taxas de juros.

No caso dos cartões de crédito, a situação pode se tornar mais complicada. Se você optar por pagar um cartão com outro ou, pior ainda, solicitar um novo cartão para quitar o anterior, você acabará acumulando várias dívidas simultaneamente. Dessa forma, será necessário pagar o valor mínimo obrigatório mensal, além do acúmulo de juros.

Histórias verdadeiramente assustadoras são conhecidas, em que a solicitação de um empréstimo para pagar dívidas resultou em quantias de milhares de reais. Isso não apenas causa problemas nas finanças pessoais, mas também afeta os relacionamentos familiares e gera altos níveis de estresse e complicações médicas.

Mantenha a calma, pois existem soluções viáveis

A melhor coisa que você pode fazer ao perceber que está enfrentando dificuldades para quitar uma dívida é negociar. Procure as melhores alternativas para estabelecer um plano de pagamento que não afete sua renda mensal ou reduza drasticamente suas despesas.

Nesse momento, você tem a opção de contratar os serviços de uma empresa especializada em reparo de crédito. Os profissionais desse ramo podem ajudá-lo a pagar suas dívidas sem a necessidade de recorrer a empréstimos ou créditos adicionais.

Esteja atento ao seu histórico de crédito

Mantenha em mente que deixar de pagar dívidas não afeta apenas sua capacidade de realizar compras no presente, e também priva você de necessidades e de alguns pequenos luxos que você gostaria de desfrutar. Além disso, e mais crucial ainda, você será incapaz de quitar suas dívidas. Consequentemente, surgirão problemas adicionais, como um registro de crédito negativo no mercado.

Considere que ter uma pontuação de crédito desfavorável praticamente limitará todas as opções para solicitar um empréstimo. Isso significa que levará anos até que alguém esteja disposto a emprestar dinheiro a você novamente. Além disso, você será impedido de adquirir o que realmente necessita, ou seja, terá que abrir mão de férias, melhorias na casa, investimentos no próprio negócio, entre outros.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.