Novo RG: saiba quando você poderá emitir o seu e confira quais estados já estão disponibilizando

O Novo RG, como popularmente é chamado, teve seu prazo de emissão oficial prorrogado novamente pelo Governo Federal. Agora, a data limite para atualização à nova versão do documento passou para 11 de janeiro de 2024. Este não é o primeiro adiamento para a emissão do novo Registro Geral, com a data inicial prevista para 6 de março sendo posteriormente estendida para 6 de novembro. Mas vamos entender melhor o que muda com essa nova versão do documento.

Entendendo o Novo RG

O Novo RG vem em duas versões, digital e física. O antigo modelo permanecerá válido até 28 de fevereiro de 2032, o que significa que a troca dos documentos não é imediatamente obrigatória. Tanto a primeira emissão quanto a renovação do documento são gratuitas. Contudo, quem perder o RG atual e precisar emitir a segunda via deverá pagar uma taxa simbólica, cujo valor é definido por cada unidade federativa.

O antigo modelo possuía um número próprio e podia ser emitido por cada estado ou pelo Distrito Federal (DF). Isso resultava em uma pessoa podendo ter até 27 versões diferentes do documento, cada uma com um número diferente. Na nova versão, o número do CPF é usado para identificar o cidadão, não havendo mais um número próprio para o RG.

O Que Muda com o Novo RG?

A nova identidade vem com um QR Code que permite a verificação da autenticidade do documento, com o objetivo de identificar se ele foi roubado ou extraviado. O Novo RG também tem um código de padrão internacional chamado MRZ, normalmente usado em passaportes, o que o torna um documento de viagem. Aqui estão algumas das informações que compõem a nova versão do documento:

  1. Nome da pessoa e nome social (quando houver);
  2. CPF;
  3. Sexo;
  4. Data de nascimento;
  5. Nacionalidade ou naturalidade;
  6. Assinatura do titular (opcional em casos de analfabetismo, deficiência ou perda de função momentânea);
  7. Nomes da mãe e do pai (quando houver);
  8. Órgão expedidor, local e emissão;
  9. QR Code para validação eletrônica;
  10. Informações sobre tipo sanguíneo;
  11. Informações sobre doação de órgãos.

Além dessas informações, a nova identidade apresenta outras mudanças significativas:

  • Padronização: O documento terá uma estética única em todo o país;
  • Versão digital: Além de ser emitido em versão física, o documento terá uma cópia digital;
  • QR Code: Todas as informações do novo RG poderão ser acessadas com uma simples leitura de QR Code;
  • Inclusão de novas informações: Além dos dados pessoais dos cidadãos, o novo RG terá informações como grupo sanguíneo, cadastros de doadores de órgãos, nome social e muito mais;
  • Identificação estadual: O novo documento deverá conter o nome do Estado responsável pela emissão e do órgão onde foi emitido o RG.

Benefícios do Novo RG

A implementação do novo RG traz muitos benefícios para os cidadãos. Com apenas o CPF como número identificador, fica muito mais fácil para a identificação em bancos de dados de serviços públicos. Além disso, a nova carteira apresenta um QR Code, que permite verificar sua autenticidade e saber se foi furtado ou extraviado.

Onde Emitir o Novo RG

Para a emissão do novo RG, a população deve procurar a Secretaria de Segurança Pública do estado onde deseja ser atendido.

Documentos Necessários para a Emissão do Novo RG

Para obter a nova identidade, é necessário apresentar a certidão de nascimento ou de casamento em formato físico ou digital.

Prazo de Validade do Novo RG

O prazo de validade do Novo RG varia de acordo com a idade da pessoa:

  • Entre 0 e 12 anos: validade de 5 anos;
  • Entre 12 e 60 anos: validade de 10 anos;
  • A partir de 60 anos: validade indeterminada.

Estados que já emitem o Novo RG

Até o momento, cerca de 11 Estados já começaram a emitir o Novo RG. São eles:

  1. Acre;
  2. Alagoas;
  3. Goiás;
  4. Mato Grosso;
  5. Minas Gerais;
  6. Pernambuco;
  7. Piauí;
  8. Paraná;
  9. Rio de Janeiro;
  10. Rio Grande do Sul;
  11. Santa Catarina.

Portanto, se você reside em um desses estados, já pode solicitar a emissão do seu novo RG.

1 comentário
  1. Manuel Pedro da Silva Diz

    Muito úteis as informações aqui colocadas , pelo menos para mim . Muito obrigado.

    1
    0
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.