Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Novo Bolsa Família: veja como programa deverá se chamar

De acordo com informações de bastidores, novo Bolsa Família não terá mais esse nome a partir do próximo mês de novembro

O Governo Federal segue trabalhando na reformulação do Bolsa Família. Além de pontos importantes como os valores e a quantidade de beneficiários do projeto, também há uma discussão sobre o nome do programa. É que de acordo com informações de bastidores, membros do Palácio do Planalto querem mudar isso.

É que dentro do Palácio do Planalto há a ideia de que o nome Bolsa Família ainda representa para o grande público uma ligação com o ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Ao mudar o nome portanto o Governo quer ligar o projeto ao Presidente Jair Bolsonaro às vésperas das eleições de 2022.

E de acordo com essas informações, o nome que larga na frente neste momento é o “Auxílio Brasil”. Não é um termo escolhido ao acaso. É que o Planalto avalia que o termo Auxílio tem uma forte ligação com o Governo do Presidente Jair Bolsonaro. Isso porque sabe-se que foi esse atual poder executivo que pagou o benefício emergencial com este nome.

Essa ainda não é uma informação definitiva. O Governo Federal deverá seguir realizando uma série de reuniões para definir esse e outros pontos. O que dá para saber até agora é que o nome vai mudar. Assim, na prática dá para dizer que o Bolsa Família, com essa denominação que conhecemos, vai mesmo chegar ao fim no próximo mês de outubro.

Ou pelo menos até que dure o Auxílio Emergencial. É que a ideia do Governo neste momento é começar a pagar um programa quando o outro chegar ao fim. Então se o benefício emergencial vai fazer pagamentos até outubro, essa atual versão do Bolsa Família seguirá esse mesmo caminho e acabará neste mesmo mês.

Outros pontos

O nome do programa, no entanto, está longe de ser a principal preocupação do Governo neste momento. De acordo com informações de bastidores, há uma certa confusão em relação ao valor médio de pagamentos do benefício.

Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 14 milhões de brasileiros recebem as parcelas do projeto. Os valores atuais estão em uma média de R$ 190 por pessoa. Isso deve aumentar. Só não se sabe para quanto.

Em entrevistas recentes o Presidente Jair Bolsonaro vem dizendo que os valores médios do novo Bolsa Família devem subir para R$ 300. No entanto, o próprio chefe do executivo admitiu que essa é um questão que deve ser discutida em mais reuniões.

Enquanto o Bolsa Família não chega

De acordo com as informações oficiais, ainda não dá para saber de fato muitos detalhes do novo Bolsa Família. Até o início dos pagamentos do programa, no entanto, o Governo segue realizando os repasses do seu Auxílio Emergencial.

Nesta sexta-feira (30), aliás, eles concluíram os pagamentos da quarta parcela do benefício para cerca de 39 milhões de brasileiros. Os valores do programa seguem os mesmos. São ciclos que variam entre R$ 150 e R$ 375 por pessoa.

Recentemente o Governo Federal anunciou oficialmente a prorrogação do benefício por mais três meses. Com isso, os pagamentos devem seguir até, pelo menos, o próximo mês de outubro. Pelo menos é isso o que se sabe até agora.

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
1 comentário
  1. Rita de Cassia Vicente da Silva Diz

    Eu tenho 5 filho até agora não receber nada nei bolsa família é nei auxílio emergencial tar di ficio para mim Sol mãe solteira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.