Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

2.5/5 - (4 votes)

Novo Bolsa Família: Saiba como se inscrever para receber R$ 400

Com a proximidade do encerramento do Auxílio Emergencial, muitos cidadãos estão com dúvidas acerca das inscrições do novo programa.

O novo Bolsa Família está previsto para ser lançado em novembro deste ano. A intenção é beneficiar mais famílias em situação de pobreza e extrema pobreza com uma mensalidade média de R$ 400.

Com a proximidade do encerramento do Auxílio Emergencial, muitos cidadãos estão com dúvidas acerca das inscrições do novo programa. De antemão, serão selecionados aqueles que estão registrados no CadÚnico.

Veja também: Auxílio Emergencial: 7ª parcela ainda não caiu? Veja como proceder

Inscrição no CadÚnico

O núcleo familiar deve escolher um representante maior de 16 anos e preferencialmente do sexo feminino. Feito isto, o cidadão deve comparecer a um Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) portanto os seguintes documentos:

  • RG;
  • CPF;
  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • Carteira de Trabalho;
  • Título de Eleitor;
  • Registro de Nascimento Indígena (Rani) para famílias indígenas.

Vale ressaltar que essa relação de documentos deve ser tanto do representante familiar quanto dos demais membros do núcleo.

Consulta ao CadÚnico

Após realizar a inscrição no CadÚnico, os cidadãos podem verificar a situação do cadastro por meio dos seguintes canais:

  • Site do Governo Federal;
  • Aplicativo “Meu CadÚnico”, disponível para celulares Android ou iOS; e
  • Central de atendimento da Caixa Econômica Federal no número 0800 707 2003. Vale ressaltar que a ligação gratuita para qualquer parte do país.

Acesso ao CadÚnico é ampliado em todo o país

Acesso ao CadÚnico aos brasileiros é AMPLIADO em todo o país? Veja como vai ficar! Caso você, brasileiro, ainda não saiba, o sistema do Cadastro Único sofreu algumas alterações neste fim de 2021.

Acontece que os jovens menores de 16 anos que não possuem vínculo familiar, poderão se cadastrar no CadÚnico. No entanto, é necessário que sejam residentes de abrigos públicos. Devido a atualização, o banco de dados amplia a quantidade de cidadãos atendidos por 27 programas sociais. Todas as medidas são destinadas as famílias consideradas vulneráveis financeiramente.

A nova regulamentação foi publicada no Diário Oficial da União. Conforme o secretário nacional do CadÚnico, o serviço ajuda 30 milhões de famílias atualmente, conferindo a cerca de 78 milhões de cidadãos brasileiros.

“Estamos ampliando o acesso ao sistema, que atualmente já contempla cerca de 78 milhões de cidadãos, ou 30 milhões de famílias de baixa renda, pobres ou na extrema pobreza. Dessa forma, conseguimos identificar mais pessoas em situação de vulnerabilidade que necessitam do amparo do poder público. ”

CadÚnico: Como saber se estou cadastrado programa? VEJA

A consulta para saber se você está cadastrado no programa pode ser realizada através de três meios:

SITE

  1. Acesse o site Meu CadÚnico;
  2. Preencha o formulário com seu nome completo e clique em “Emitir”.

APLICATIVO

  1. Baixe o aplicativo do CadÚnico;
  2. Preencha o mesmo formulário do site e verifique as informações.

TELEFONE

Entre em contato com o número 0800 707-2003. Selecione a opção 5 e verifique sua situação. Vale ressaltar que o horário de atendimento é das 7h às 19h, de segunda a sexta-feira, e das 10h às 16h aos finais de semana e feriados.

2.5/5 - (4 votes)
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.