Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

NOVO Bolsa Família: ideia é subir valor médio para R$300

De acordo com informações de bastidores, alguns pontos ainda estão em discussão sobre a reformulação do Bolsa Família

O Governo Federal anunciou na última segunda-feira (5) a prorrogação do Auxílio Emergencial por mais três meses. Esperava-se que eles usassem a ocasião para falar também sobre os detalhes do novo Bolsa Família. No entanto, o fato é que isto não aconteceu e muitas perguntas seguem sem soluções.

De acordo com informações de bastidores, nem o Governo sabe a maioria das respostas para essas perguntas. É que o próprio texto do programa ainda não está pronto. E vários pontos ainda estão sob discussões do Ministério da Economia e do núcleo mais ligado ao Presidente Jair Bolsonaro.

Falta saber, por exemplo, o valor médio dos pagamentos do programa. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, o projeto paga uma média de R$ 190. Isso quer dizer que algumas pessoas recebem um pouco mais e outras recebem um pouco menos, mas todas pegam a quantia que gira em torno desse montante.

O Presidente Jair Bolsonaro quer subir esse patamar para a casa dos R$ 300. Aliás, ele disse em entrevista recente que esse seria a nova média de pagamentos. Ele garantiu que o Governo estava fechando questão em torno disso. No entanto, a própria fala do chefe do executivo acabou pegando membros do Ministério da Economia de surpresa.

É que pessoas mais ligadas ao núcleo do Ministro Paulo Guedes, acreditam que R$ 300 seria uma média muito alta. Eles querem um valor menor para evitar qualquer risco de rompimento do teto de gastos no próximo ano. E isso é tudo o que eles querem evitar nos próximos meses.

Olho nas eleições

Vale lembrar que o Governo Federal vive um dilema neste momento. É que parte do Planalto quer que os Auxílios cresçam para ajudar na reeleição de Bolsonaro no próximo ano. Outra parte do poder executivo está pregando mais cautela com isso tudo.

De acordo com informações de bastidores, o Presidente acredita que não adianta pagar auxílios com valores baixos. Ele vem afirmando que isso não ajudaria na sua popularidade. E uma prova disso seria o atual momento.

O Governo até está pagando o Auxílio. No entanto, os valores atuais que variam entre R$ 150 e R$ 375 não parecem estar ajudando a subir a popularidade do Presidente. Pelo menos é isso o que as principais pesquisas estão dizendo.

Bolsa Família

Outro ponto que ainda está em discussão em torno do novo Bolsa Família é a questão da quantidade de beneficiários do programa. Hoje, de acordo com o Ministério da Cidadania, cerca de 14 milhões recebem o dinheiro do projeto.

Uma parte das pessoas desse grupo está recebendo neste momento os valores do Auxílio Emergencial, no entanto, eles devem voltar depois automaticamente para o Bolsa Família. A ideia é inserir cerca de 2 milhões de brasileiros na nova versão do programa.

De acordo com informações de bastidores, o Presidente Jair Bolsonaro estaria querendo colocar mais gente do que esses 2 milhões de cidadãos, mas aí ele pode esbarrar mais uma vez na questão do teto de gastos. Tudo isso ainda precisa passar por uma definição no texto final.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.