Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

4.3/5 - (3 votes)

NOVO auxílio permanente para vulneráveis será criado

De acordo com senadores, novo Auxílio deverá ser uma alternativa ao que se vê na proposta do Governo Federal

Membros do Senado Federal estão preparando neste exato momento a criação de um novo Auxílio para a população carente. Não se trata do benefício que está sendo criado pelo Governo Federal. Seria uma alternativa ao que se vê até aqui. Senadores garantem que eles já possuem as assinaturas necessárias.

Veja também: Auxílio Brasil de R$400: Como consultar a situação pelo CPF

Vale lembrar que o Governo Federal deve começar a pagar o seu novo Auxílio Brasil já a partir desta quarta-feira (16). Só que neste primeiro momento, os repasses ainda não serão turbinados. Os valores ainda não serão de R$ 400 no mínimo porque a PEC dos Precatórios ainda não foi completamente aprovada no Congresso Nacional.

O texto em questão até já passou pela Câmara dos Deputados, mas agora está em tramitação no Senado Federal. E é justamente por lá que um grupo de senadores contrários ao texto estão querendo montar uma alternativa. Eles dizem que podem montar um novo auxílio que não seja temporário e que não dependa da PEC dos Precatórios.

“Estamos tentando construir quem sabe até uma unanimidade dentro do senado para devolver à câmara uma PEC que possa ajudar a quem precisa e respeitar as regras do jogo. O senado vai procurar fazer um auxílio permanente, respeitando o teto, mas garantindo às pessoas o Auxilio Brasil”, disse o Senador Eduardo Girão (Podemos-CE) em entrevista para a rádio CBN.

“É possível a gente cortar na carne emendas parlamentares, aquelas famigeradas emendas de relator, que é ali que está o problema, quase R$ 15 bilhões que ninguém sabe para quem vai, e aí favorece o toma lá dá cá e a barganha política, isso não é saudável para a democracia”, disse ele.

Proposta do Governo Federal

A ideia do Governo Federal é começar os pagamentos do Auxílio Brasil já nesta quarta-feira (17). Neste primeiro momento, apenas os usuários que estavam no Bolsa Família em outubro é que poderão receber o novo benefício.

Só mesmo a partir do segundo repasse é que o valor poderia aumentar para a casa dos R$ 400. Além disso, o número de usuários também poderia subir dos 14,6 milhões para algo em torno de 17 milhões de pessoas.

O plano é fazer com que o Auxílio Brasil tenha mais portas de saída do que o antigo Bolsa Família. Além disso, o Governo Federal fala também que o novo projeto vai ser mais eficiente do que o seu antecessor.

Auxílio Brasil será temporário?

Mas há uma grande discussão em torno deste novo programa. Afinal, ele vai ser temporário ou permanente? Membros do próprio Palácio do Planalto estão divergindo sobre essa questão e muita gente está confusa.

Em entrevista recente, o Ministro da Cidadania, João Roma, disse que o Auxílio Brasil vai ser um programa permanente. De acordo com ele, os usuários irão receber esse dinheiro por tempo indeterminado.

Não foi o que disse o líder do Governo no Senado, o Senador Fernando Bezerra Coelho (MDB-PE). De acordo com ele, o programa vai mesmo chegar ao fim logo depois das eleições. Ele até disse que o Presidente eleito vai poder decidir o que vai fazer depois disso.

4.3/5 - (3 votes)

Leia Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.