Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

3.7/5 - (3 votes)

Novo auxílio para caminhoneiros pode chegar a R$ 400 por mês

Nas contas do Governo Federal, novo auxílio para caminhoneiros poderia chegar a R$ 400 por mês. Mas há indefinições sobre o tema

Nos próximos dias, o Governo Federal vai por em prática a ideia de aprovar um projeto que tem intenção de pagar um novo auxílio social. Desta vez, o foco dos pagamentos será os caminhoneiros do país. O plano do Ministério da Economia é liberar pouco mais de R$ 1,5 bilhão para os repasses a categoria.

Os números ainda não foram definidos. No entanto, membros do Ministério garantem que há uma pressão para que o benefício chegue a R$ 400 por mês, de modo semelhante ao que já acontece hoje com o Auxílio Brasil. Porém, o texto ainda teria que passar pela aprovação do Congresso Nacional.

No entanto, o Governo avalia a possibilidade de pagar o benefício inicialmente em forma de uma Medida Provisória (MP). Dessa forma, ao menos em um primeiro momento, o projeto passaria a valer mesmo sem uma votação no Congresso Nacional. Seja como for, o Planalto ainda precisaria regulamentar o texto.

Quem poderia receber? Como seria a inscrição? Quantos poderiam entrar na folha de repasses? Como seriam os pagamentos? Boa parte destas perguntas ainda estão sem respostas. Caso o Governo queira tirar o programa do papel, é preciso se apressar. Afinal de contas, há um prazo para a apresentação de novos projetos sociais em anos eleitorais.

O Governo teme que os caminhoneiros fiquem ainda mais insatisfeitos em decorrência dos sucessivos aumentos do preço do diesel em 2022. Como a expectativa é de mais elevações de valores se aproximando, o Planalto quer agilizar a consumação do novo programa social. Entretanto, ainda não há uma data para qualquer anúncio.

Possibilidade de greve

O Governo olha para o futuro e teme a formação de uma nova greve dos caminhoneiros. A última movimentação mais forte da categoria aconteceu em 2018, quando o país ainda era presidido pelo ex-presidente Michel Temer (MDB).

Embora os principais líderes dos caminhoneiros garantam que não realizarão novas paralisações, o Governo Federal teme que os sucessivos aumentos nos combustíveis façam com que eles mudem de ideia em breve.

Analistas econômicos são unânimes ao dizer que uma nova paralisação da categoria poderia ser ainda pior para a economia do país. Dessa forma, o Governo quer agilizar o novo auxílio de R$ 400 para os caminhoneiros.

Auxílios do Governo Federal

Neste momento, o poder executivo já paga uma série de benefícios sociais. Nesta semana, por exemplo, seguem se realizando os repasses do Auxílio Brasil. Usuários com o Número de Inscrição Social (NIS) final 9 podem receber nesta segunda-feira (30).

Além do Auxílio Brasil, o Governo também segue com as liberações extraordinárias do Fundo e Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Cada cidadão pode sacar até R$ 1 mil. Novas liberações são programadas para esta semana.

Por fim, o Governo também decidiu antecipar os pagamentos do 13º salário para aposentados, pensionistas e outros beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Também há liberações programadas para esta semana.

3.7/5 - (3 votes)

Veja o que é sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Ricardo de Oliveira Diz

    Bom dia meu nome é Ricardo de Oliveira daqui cafezal do sul Paraná eu estou aqui acamado paralítico da minha perna sem nenhum benefício eu não tenho condições de ir para o CRAS bloqueou meu benefício

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.