Por Estado: AC | AL | AM | AP | BA | CE | DF | ES | GO | MA | MG | MS | MT | PA | PB | PE | PI | PR | RJ | RN | RO | RR | RS | SC | SE | SP | TO | NACIONAL

Avalie o Texto.

NOVO Auxílio Emergencial de R$3 mil será liberado para ESTE grupo; veja quem recebe

A expectativa é que a distribuição comece a partir deste mês.

O Auxílio Emergencial foi lançado em 2020 para beneficiar as famílias brasileiras em situação de vulnerabilidade afetadas pela pandemia da Covid-19. Na ocasião, o benefício era no valor de R$ 600 para o público geral e de R$ 1.200 para mulheres solteiras chefes de famílias monoparentais.

Veja também: Nova parcela do auxílio emergencial pode chegar a R$3 mil; veja quem pode receber

Porém, os homens solteiros chefes de famílias sem companheira(o) e com filhos menores não tiveram o mesmo privilegio que as mulheres. Isso porque, o presidente Jair Bolsonaro vetou a possibilidade do recebimento de cotas duplas para este público.

No entanto, em seguida, especificamente em junho deste ano, o Congresso Nacional derrubou o veto do presidente, possibilitando o pagamento das parcelas complementares de R$ 600 reais. A expectativa é que a distribuição comece a partir deste mês.

O pagamento retroativo será repassado para os pais solteiros chefes de família com filhos menores de 18 anos inscritos no Cadastro Único para Programa Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Os cidadãos serão selecionados pelo Ministério da Cidadania, que já iniciou com as triagens na base de dados do governo. A previsão é que cerca de 1,3 milhão de pais solteiros sejam contemplados com a cota extra.

Vale ressaltar que a distribuição será em parcela única, podendo chegar em R$ 3.000 para cada contemplado, uma vez que será considerado as cinco primeiras parcelas do programa no valor de R$ 600. Os repasses serão pelo aplicativo Caixa Tem.

Como saber se tenho direito?

Para saber se você poderá receber o benefício retroativo do Auxílio Emergencial, basta consultar no portal da Dataprev. Na prática, será necessário apresentar as seguintes informações:

  • CPF;
  • Nome completo;
  • Data de nascimento;
  • Nome completo da mãe.

Ao acessar a plataforma, será possível visualizar todos os pagamentos do benefício no decorrer dos pagamentos e se você terá direito as novas cotas retroativas do programa.

Avalie o Texto.

Veja o que é sucesso na Internet:

2 Comentários
  1. Téur D'Couting Diz

    INCRÍVEL, SE É O QUE EU ENTENDI. “RETROATIVO” COMO CONSIDERÁ ALGO QUE JÁ FOI GASTO E DE UMA VEZ QUE, NINGUEM SABIA…NOSSA, CIMO O GOVERNO TRABALHA EM CIMA DE ENGANAR AS PESSOAS…SÃO 3.000 OU, XXX. CONTEM ESSA HISTÓRIA SEM CONFUNDI A CABEÇA DAQUELES QUE VERDADEIRAMENTE PRECISA. QUE ABSURDO!

  2. Heldiane Beatriz Diz

    Sou mãe de 4 filhos e meu benefício foi cancelado tem dois meses que não recebo tenho um filha pequena que usa fraldas não sei oq fazer eu pessoa a vcs que olhe minha situação por favor tenho muitas contas de luz e água pra pagar

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.